Facebook ajudará a encontrar servidores públicos corruptos

Por Redação | 12.03.2013 às 12:20

Mário Vinícius Spinelli, que assumiu a Controladoria Geral do Município (CGM) de São Paulo, pretende utilizar as redes sociais a favor do combate à corrupção entre os servidores municipais. O Facebook deve ser utilizado como fonte de pesquisa para detectar patrimônio incompatível com o salário e cargo do funcionário.

O atual controlador-geral prestava serviços para a Secretaria Nacional de Prevenção à Corrupção, em Brasília, onde manteve uma média de duas demissões por dia devido a investigações de corrupção. Agora, ele tem a missão de dar transparência aos atos da gestão municipal e prevenir irregularidades.

Em entrevista à TV Estadão, Spinelli explicou que o monitoramento do patrimônio dos servidores municipais será feito por meio de um software capaz de cruzar os dados. "Agentes públicos que tenham possibilidade maior de estar envolvidos em casos de corrupção, pelas funções que ocupam, serão acompanhados mais de perto", explicou.

Dados relacionados a contratos da Prefeitura devem ser publicados na internet para que a transparência dos processos seja maior, assim como os demais dados relacionados à aplicação de dinheiro em cada área da cidade. A ideia é que os cidadãos consigam acompanhar tudo online, de maneira simples, sem a confusão das páginas atuais mantidas pela Prefeitura - que devem ser reformuladas, segundo Spinelli.

O atual controlador-geral do município de São Paulo é um dos criadores da 'Lei de Acesso à Informação', que estabelece a divulgação de dados dos diferentes níveis de governo a qualquer interessado. Antes esses dados eram mantidos em sigilo.