Facebook atualiza Messenger para competir com WhatsApp e serviços de mensagens

Por Redação | 14.11.2013 às 15:51

Além de maior rede social do mundo, o Facebook quer se tornar um dos comunicadores de mensagens mais usados entre os internautas. Tanto é que a empresa lançou na noite desta terça-feira (13) a versão 3.0 de seu aplicativo de troca de mensagens para dispositivos Android e iOS, o Facebook Messenger. A repaginada na ferramenta mostra o empenho da companhia em se tornar também uma organização que pensa no mercado móvel.

Diferente da versão anterior, que dependia bastante do Facebook no computador, o novo Messenger está mais veloz e com elementos de design e navegação diferentes entre as plataformas do Google e da Apple. As fotos de perfil agora aparecem em formato circular e são cercadas por uma tonalidade mais clara de azul, parecida com a interface do serviço de e-mail Outlook.com, da Microsoft. O ícone do raio continua como símbolo do app, mas agora vem dentro de um balão arredondado.

Uma das mudanças mais significativas do Messenger é na agenda de contatos. Você pode incluir e enviar mensagens para pessoas dessa lista mesmo que elas não estejam adicionadas em sua conta do Facebook. Os nomes dos contatos agora vêm separados com dois indicadores: um deles é um raio azul, que mostra quem está conectado ao Messenger e será avisado da mensagem; o outro é a letra F na cor cinza, sinalizando que a pessoa não receberá o alerta no celular por não estar logada no Messenger naquele instante.

Além disso, os ringtones e sons do teclado sofreram alterações. "Testamos uma enorme variedade de timbres, mais metálicos e mais orgânicos, até chegar àqueles que colocassem um sorriso no nosso rosto", disse Peter Martinazzi, gerente de produto responsável pelo Messenger, ao pessoal da revista INFO.

Facebook Messenger

Durante 80 dias, Martinazzi coordenou uma equipe de vinte engenheiros, dois designers, profissionais responsáveis pela programação de servidores e outros técnicos no processo final de desenvolvimento do novo Messenger, antes de lançar o produto.

"A troca de mensagens faz parte do Facebook há um bom tempo. Primeiro, tínhamos apenas o inbox no desktop. Depois, chat em tempo real. Dois anos atrás, lançamos o Messenger, nosso primeiro aplicativo mobile dedicado. Agora, queremos fazer dele a melhor ferramenta para troca de mensagens no celular", disse.

O serviço de mensagens instantâneas do Facebook disputa diretamente com outros aplicativos conhecidos do mercado, como o Hangouts, do Google, e o líder absoluto WhatsApp, que possui mais de 350 milhões de usuários ativos mensais. Martinazzi nega que o novo Messenger tenha sido criado pensando no crescimento das ferramentas concorrentes, pois o objetivo da rede social "sempre foi criar a melhor experiência de troca de mensagens num celular".

O Facebook Messenger já está disponível para download na Google Play Store e na App Store.