Facebook anuncia mudanças no Feed de Notícias

Por Redação | 06 de Agosto de 2013 às 20h40

O Facebook anunciou nesta terça-feira (6) que irá aplicar novas mudanças ao Feed de Notícias em uma tentativa de hierarquizar e priorizar os conteúdos apresentados para cada usuário da rede social. A empresa também explicou em sua postagem como irá selecionar os conteúdos publicados por amigos que devem ser mostrados para os usuários. As informações são do jornal A Folha de S. Paulo.

O novo algoritmo que a rede social começará a introduzir a partir de hoje (6) irá resgatar todas as publicações que o usuário não visualizou no caso de ele não ter conseguido "alcançá-las" ao rolar as páginas. Essas postagens serão encaminhadas para o topo da página se, com base nos critérios do Facebook, tiverem se tornado populares ou relevantes.

Nos primeiros testes com o novo algoritmo, a rede social comprovou que as mudanças aumentaram de 57% para 70% a taxa de leitura das publicações, enquanto o engajamento dos usuários com o conteúdo publicado por amigos apresentou aumento de 5% nos 'curtir', comentários e compartilhamentos, e 8% nos conteúdos de páginas.

Em média, cada usuário da rede social possui 1.500 publicações diárias de seus amigos. Do montante, que engloba links, fotos, vídeos e textos compartilhados no Facebook, a rede social costuma mostrar uma média de 300 postagens por dia, baseando-se em critérios de popularidade e importância. "Com tantas histórias, há uma boa chance de as pessoas perderem algo que gostariam de ter visto se mostrássemos um fluxo de informação contínuo e sem prioridades", disse Lars Backstrom, engenheiro do Facebook.

Novo Feed de Notícias Facebook

Foto: Divulgação

O novo algoritmo irá determinar as publicações que devem ser evidenciadas no Feed de Notícias com base em quatro critérios de importância: com que frequência o usuário interage com determinado amigo ou página responsável pela postagem; número de 'curtir', comentários e compartilhamentos que a publicação recebeu dos seus contatos e no geral; com que frequência o usuário interagiu com esse tipo de publicação no passado como, por exemplo, quantas vezes 'curtiu' ou comentou; e a quantidade de denúncias enviadas ao Facebook que classificam uma postagem como inapropriada.

Para o Facebook, as mudanças deverão "mostrar de forma mais eficiente as publicações que as pessoas querem ver, mesmo que não as tenham visto de primeira. Para os administradores de páginas, isso significa que seus posts mais populares têm maior chance de serem exibidos a mais pessoas, mesmo que já tenham sido publicados há algumas horas".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.