Facebook Brasil anuncia projeto educativo para as cidades sede da Copa do Mundo

Por Redação | 27.11.2013 às 19:41
photo_camera Divulgação

O Facebook Brasil anunciou nesta quarta-feira (27) os primeiros detalhes do projeto Mundial da Educação. A iniciativa, em parceria com o movimento Todos Pela Educação e a UNICEF, visa mapear tudo o que as cidades podem oferecer gratuitamente para ajudar os alunos a estudar e aprender mais conteúdos de forma simples e eficaz.

A plataforma para mapeamento regional será o Catraca Livre. Em entrevista para a Rádio CBN, Gilberto Dimenstein, jornalista e idealizador do site, disse que o projeto funcionará como um teste nas cidades que vão sediar os jogos da Copa do Mundo de Futebol de 2014. O objetivo é fazer com que os moradores utilizem espaços públicos, como praças, teatros e cinemas, para construir uma rede de tudo o que existe de educativo nas regiões metropolitanas. Em seguida, o material é divulgado no Facebook para troca de conhecimentos.

"Imagine uma cidade que fosse uma grande escola. Imagine uma cidade em que você possa aprender nos museus, teatros, cinemas, parques, praças e centros culturais. O Mundial da Educação é um movimento que envolve os mais diferentes parceiros para transformar a Copa do Mundo em um grande laboratório social e educativo, misturando os recursos da internet com o envolvimento de professores, estudantes e entidades governamentais", disse Dimenstein, que também participou de uma sessão de perguntas e respostas no face-to-face.

Para participar, o usuário precisa acessar o site do Catraca Livre e se logar com sua conta do Facebook. Haverá um tutorial de como o internauta poderá postar um conteúdo e como compartilhá-lo na rede social de Mark Zuckerberg para fazer parte do mapeamento. Mais informações serão postadas em breve.

"O Facebook também está participando da criação dessa experiência educacional brasileira que pode ser reproduzida mundialmente. Para nós é muito importante ajudar na convocação dessas pessoas para inserir seus eventos educacionais", comentou a rede social.

"Todo mundo fala em desperdício, em gastar dinheiro à toa, em esporte que não vai levar a nada. Então, por que não transformar as escolas em lugares que sabem usar melhor a educação e integrar as cidades da Copa?", disse Dimenstein.

O Catraca Livre já selecionou uma série de fan pages no Facebook sobre o assunto, envolvendo disciplinas como matemática, inglês, português, biologia, química e história. Você pode ver a lista completa neste link.

Falando nisso...

Além do Facebook, um outro grande portal de tecnologia anunciou o lançamento de uma plataforma educacional. Desde a semana passada, o YouTube possui um canal dedicado que disponibiliza 8.000 vídeos de aulas como língua portuguesa, matemática, química, física e biologia. A partir do ano que vem, devem ser incluídos vídeos de disciplinas do ensino fundamental e superior. Leia mais.