Executivos do Google e da Microsoft trocam alfinetadas na web

Por Redação | 20 de Dezembro de 2012 às 20h50

Na última semana dois executivos de gigantes da tecnologia protagonizaram uma cena que é muito comum no dia a dia da web: picuinhas no Twitter. Mas, sem dúvidas, a coisa fica muito mais interessante quando a discussão parte de pessoas que não deveriam falar tanto sobre assuntos pelos quais o mundo inteiro se interessa.

Tudo começou quando o chefe de Relações Públicas da Microsoft, Frank X. Shaw, twittou uma provocação direcionada para Jill Hazelbaker, a chefe de RP do Google. Basicamente, Frank quis alfinetar o gigante das buscas após uma reportagem do The New York Times que tratava da postura de Mark Penn, contratado da Microsoft, e de como ele tem sido criticado por suas táticas de publicidade negativa.

Em algum momento da matéria, Jill foi procurada para comentar as ações da Microsoft e também as 'ações' de Mark Penn. Ela se recusou a falar especificamente sobre o assunto, mas disse que, embora o Google também empregue lobistas e comerciantes, "o (seu) foco é o Google e o impacto positivo que a indústria (do Google) tem na sociedade, e não a concorrência."

Foi o suficiente para que o RP da Microsoft começasse os ataques via Twitter. Ele postou uma de mensagens falando (mal) a respeito da maneira como o Google trabalha. Ele disse que, já que o Google não se concentra nos concorrentes, era melhor deixar Eric Schmidt ciente. "Assim ele para de nos culpar por todos os seus problemas", twittou Frank.

A coisa só não ficou ainda mais quente porque Jill não respondeu às mensagens do concorrente por meio da rede de microblogging. Talvez porque a sua conta seja privada e ela não tenha visto os polêmicos tweets antes de estourarem nas demais mídias.

Google versus Microsoft no Twitter

Sequência de mensagens twittadas pelo chefe de Relações Públicas da Microsoft

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.