Executivos do Google e da Microsoft trocam alfinetadas na web

Por Redação | 20 de Dezembro de 2012 às 20h50

Na última semana dois executivos de gigantes da tecnologia protagonizaram uma cena que é muito comum no dia a dia da web: picuinhas no Twitter. Mas, sem dúvidas, a coisa fica muito mais interessante quando a discussão parte de pessoas que não deveriam falar tanto sobre assuntos pelos quais o mundo inteiro se interessa.

Tudo começou quando o chefe de Relações Públicas da Microsoft, Frank X. Shaw, twittou uma provocação direcionada para Jill Hazelbaker, a chefe de RP do Google. Basicamente, Frank quis alfinetar o gigante das buscas após uma reportagem do The New York Times que tratava da postura de Mark Penn, contratado da Microsoft, e de como ele tem sido criticado por suas táticas de publicidade negativa.

Em algum momento da matéria, Jill foi procurada para comentar as ações da Microsoft e também as 'ações' de Mark Penn. Ela se recusou a falar especificamente sobre o assunto, mas disse que, embora o Google também empregue lobistas e comerciantes, "o (seu) foco é o Google e o impacto positivo que a indústria (do Google) tem na sociedade, e não a concorrência."

Foi o suficiente para que o RP da Microsoft começasse os ataques via Twitter. Ele postou uma de mensagens falando (mal) a respeito da maneira como o Google trabalha. Ele disse que, já que o Google não se concentra nos concorrentes, era melhor deixar Eric Schmidt ciente. "Assim ele para de nos culpar por todos os seus problemas", twittou Frank.

A coisa só não ficou ainda mais quente porque Jill não respondeu às mensagens do concorrente por meio da rede de microblogging. Talvez porque a sua conta seja privada e ela não tenha visto os polêmicos tweets antes de estourarem nas demais mídias.

Google versus Microsoft no Twitter

Sequência de mensagens twittadas pelo chefe de Relações Públicas da Microsoft

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.