Estudo aponta que 12 horas separam você de qualquer pessoa nas redes sociais

Por Redação | 29 de Abril de 2013 às 09h00

Em 1967, o psicólogo social norte-americano Stanley Milgram, enviou 160 pacotes para pessoas escolhidas aleatoriamente em todo o território dos Estados Unidos e pediu que eles fossem encaminhados para um único indivíduo que vivia em Boston.

A tarefa inclui uma regra simples: as pessoas deveriam enviar os pacotes para alguém que eles sabiam apenas o primeiro nome. Imagine, no Brasil, tentar enviar um pacote para um determinado José, sem ao menos saber seu sobrenome? Para a surpresa do psicólogo, o primeiro pacote chegou até seu destino correto através de apenas duas pessoas. No final do experimento, os pacotes chegaram ao seu destino através de cinco pessoas, em média, o que equivale a seis graus de separação.

Atualmente, este experimento de Milgram tem se repetido em várias redes sociais, desde a época do Orkut. Por exemplo, a Microsoft diz que as pessoas na sua falecida rede do Messenger estavam separadas por 6,6 graus, enquanto o Facebook afirma que seus membros estão separados por apenas quatro graus.

Apesar da popularidade desses graus de separação nas redes sociais, outro ponto interessante do experimento de Milgram não tem sido estudado: o tempo que se leva para viajar através de uma rede. No caso do experimento de Milgram, o primeiro pacote demorou apenas quatro dias para chegar ao seu destino, mas os outros levaram muito mais tempo. E você faz alguma ideia da rapidez com que podemos atravessar uma rede social para rastrear uma pessoa aleatória que faz parte dela?

Pessoas conectadas

Um trabalho realizado no Instituto Masdar de Ciência e Tecnologia, em Abu Dhabi (Emirados Árabes), e divulgado pelo Technology Review, conseguiu medir a rapidez com que podemos rastrear indivíduos aleatórios em qualquer lugar do mundo usando as redes sociais. A conclusão do estudo é que, em média, esse tempo de separação é de 12 horas.

Essa resposta foi encontrada em um concurso chamado Tag Challenge, que aconteceu no ano passado e tinha como objetivo encontrar cinco pessoas em cinco cidades na América do Norte e Europa. A única pista era a cidade em que ele (a) estava e o fato de que ele (a) estaria usando uma camiseta com logotipo do evento. O vencedor da competição conseguiu identificar três dos cinco indivíduos em apenas 12 horas.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.