Engenheiro revela como o Facebook usa seus usuários para testar novos produtos

Por Redação | 09 de Agosto de 2012 às 12h25

O engenheiro de produtos do Facebook, Andrew 'Boz' Bosworth, decidiu esclarecer para os usuários da rede social como são feitos os testes com novas ferramentas antes delas serem lançadas oficialmente e quão importante é o papel de cada um deles no sucesso dos novos recursos.

Um dos principais recursos utilizados pelos programadores da rede social é definir um grupo determinado de usuários para testar as novas possibilidades de interação e gerenciamento de perfis no site e aguardar um feedback desse grupo. Em sua postagem, Boz cita como exemplo para esse método o recurso de salvar postagens para serem lidas mais tarde.

"Se você não está disposto a testar as coisas e provar que elas funcionam ou não, detalhes que estavam erradas há alguns anos não podem estar mais", afirmou o engenheiro.

Muitas das ferramentas que estão sendo testadas atualmente como, por exemplo, o recurso de Destaque, que permite que os usuários destaquem suas publicações para aparecerem em evidência no Feed de Notícias dos seus amigos, podem ter um feedback positivo e serem lançadas, como também podem parar no lixo.

Facebook foto logo

Antes de testar as ferramentas com um seleto grupo de usuários, elas são testadas entre os funcionários da companhia

Segundo o The Verge, antes mesmo de divulgar as novas ferramentas para o grupo seleto de usuários testar, o Facebook a lança apenas para seus funcionários. Com o uso de uma ferramenta intitulada Gatekeeper, todos os textos e recursos não saem dos escritórios localizados em Menlo Park, Califórnia.

"Um dos maiores equívocos sobre o Facebook é acreditar que nós estamos sempre adicionando coisas. É errado pensar nessas coisas como uma regra, porque a maioria dessas alterações são moficações. Há provavelmente mais coisas removidas do que adicionadas", relatou Bosworth. "Há chances de que todo mundo no Facebook foi, em algum momento, parte de um teste".

Assim como outras empresas, o Facebook também cria novos produtos com base nas necessidades dos seus usuários, mas também com base na percepção do seu CEO, Mark Zuckerberg. Muitos dos projetos iniciados por Zuckerberg não encontraram apoio imediato dos usuários como é o caso do Feed de Notícias, logo nos primeiros anos da rede social.

E o engenheiro ainda garante que a empresa também comete erros e que está pronta para cometer muitos outros até acertar.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.