Desafio: você consegue ficar 99 dias sem acessar o Facebook?

Por Redação | 11.07.2014 às 11:50

Não é de hoje que muita gente se pergunta qual o tempo gasto nas redes sociais, principalmente no Facebook. Aliás, existem vários estudos sobre o tema que indicam como o site se tornou um novo vício do século XXI, e vários projetos incentivam os usuários a se desligarem desse universo altamente conectado - pelo menos por um determinado período.

Essa é a proposta do "99 days of Freedom" (99 dias de Liberdade, na tradução livre), uma iniciativa encabeçada pela agência holandesa Just com o objetivo de desafiar os internautas a passar 99 dias sem acessar a rede de Mark Zuckerberg. Quem encarar o desafio deve seguir algumas instruções: a primeira delas é alterar sua imagem de perfil para uma foto com o logo da campanha. Feito isso, você cadastra um endereço de e-mail no site do projeto e então basta dar adeus à plataforma pelos próximos três meses.

A partir daí, a Just enviará questionários depois de 33, 66 e 99 dias sem acessar o Facebook para medir seu nível de satisfação com a experiência. Ao final do desafio, todos esses dados serão condensados em um relatório final e publicados na página da agência para identificar como os participantes reagiram ao período que ficaram longe da rede social. A empresa afirma que os usuários que se cadastrem no projeto poderão ter uma economia de 28 horas ao final da iniciativa – tempo este que poderia ser gasto de bobeira no Facebook, já que a média diária de utilização no site é de 17 minutos.

Merjin Straathof, diretor de arte da Just, explica que a ideia do desafio é saber o que acontece com as pessoas e quais emoções elas produzem quando estão longe do Facebook. "Enquanto discutíamos, percebemos uma tendência interessante: todo mundo tem uma relação no mínimo 'complicada' com o Facebook. Pode ser por terem sido marcadas em fotos indesejadas, discutido com outros usuários ou simplesmente terem perdido tempo demais. Várias pessoas têm um surpreendente grau de descontentamento com o Facebook", diz.

O diretor também afirma que o projeto é uma resposta a um estudo conduzido pela rede social que pegou o mundo de surpresa. No experimento, que aconteceu em uma semana de janeiro de 2012, 689 mil usuários tiveram suas timelines manipuladas com diferentes publicações, positivas e negativas. O objetivo era medir a influência do Facebook nas emoções dos internautas – no caso, como essas postagens positivas e negativas pesavam sobre o humor dos usuários. O problema é que ninguém foi informado sobre a realização da pesquisa, que permaneceu secreta até então.

99 days of Freedom

Projeto "99 dias de Liberdade" desafia usuários a passar três meses fora da rede social. (Foto: Divulgação)

Em todo caso, Straathof diz que o "99 days" não é um protesto contra o Facebook, nem tem o objetivo de fazer com que os internautas abandonem de vez a rede social. "O Facebook é uma plataforma incrível. Todos nós [aqui da agência] somos usuários ferozmente leais e acreditamos que o serviço tem muito a oferecer. Mas também acreditamos que certas emoções precisam ser moderadas. Queremos que este experimento produza uma série de experiências pessoais positivas [fora do Facebook] e, daqui a 99 dias, vamos descobrir se isso é verdade", conclui.

Até agora, mais de 3.500 pessoas ingressaram no "99 days". E você, vai topar o desafio?

Leia também:

Fonte: http://99daysoffreedom.com/press-release.pdf