Criador do botão "Curtir" do Facebook explica porque o "Dislike" nunca existirá

Por Redação | 21 de Outubro de 2014 às 16h00
photo_camera Divulgação

O ex-diretor de tecnologia e criador do botão "Curtir" do Facebook, Bret Taylor, explicou porque provavelmente o botão "Dislike" (contrário do "Like", em inglês) nunca será incorporado à rede social, apesar de muitos usuários pedirem por este recurso.

Falando ao TechRadar, Taylor - que deixou o Facebook em 2012 para trabalhar na suíte de produtividade móvel Quip - disse que um botão "Dislike" iria chamar muita negatividade indesejada para o Facebook. Enquanto algumas pessoas podem utilizar a rede social para expressar simpatia, por exemplo, a inserção de um botão de reprovação poderia incentivar o cyberbullying, algo que o Facebook vem sendo alvo de críticas recentes.

Taylor disse que o botão "Dislike" poderia, no contexto da rede social, "trazer um monte de consequências infelizes". O ex-diretor também explica que o botão "Curtir" foi criado para momentos em que os usuários queriam reconhecer algo que alguém fez, mas não necessariamente queriam emitir comentários.

Já em relação do botão "Dislike", ele afirma que tem a "sensação de que se ele existisse os bons aspectos de uma rede social seriam perdidos. Se alguém não gostou de algo, provavelmente ele deverá escrever um comentário, visto que deverá existir uma palavra para emitir sua opinião".

O artigo do Tech Radar também esclarece que o botão "Dislike" não seria tão útil como o "Like" no Facebook para os anúncios direcionados. Aqueles que não gostam de um determinado anúncio já contam com um recurso para informar sobre sua reprovação a uma determinada propaganda, onde podem optar por ocultar determinado anunciante de seu feed de notícias.

Fonte: http://www.businessinsider.com/facebooks-ex-cto-bret-taylor-on-the-dislike-button-2014-10

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.