Conheça o Scrapbook, recurso do Facebook que ajuda a organizar fotos do seu bebê

Por Redação | 01 de Abril de 2015 às 08h00

Por mais coração gelado que um indivíduo seja, quando ele se torna pai se derrete todo. Não demora muito e já nos primeiros minutos de vida da cria o perfil das redes sociais dos pais se enche de fotos do pequenino.

Mirando esse público babão, o Facebook anunciou nesta terça-feira (31) um novo recurso que promete ajudar qualquer um a manter as fotos do bebê organizadas desde os primeiros segundos de vida dele. Batizado de "Scrapbook", o recurso funciona da seguinte maneira: um dos pais poderá registrar o filho na rede social e indicar quem é o outro pai. A partir de então, ambos poderão adicionar fotos e marcar o filhote nelas, o que fará as imagens serem armazenadas num álbum especial compartilhado em ambos os perfis.

As regras de privacidade são as mesmas dos álbuns comuns e os pais decidirão quem pode e quem não pode visualizar as fotografias. Aparentemente, a única diferença é que amigos e familiares poderão se inscrever para receber atualizações assim que uma nova foto for adicionada ao dito Scrapbook.

Segundo Dan Barak, que é gerente de produtos no Facebook, o recurso é uma forma fácil e prática para os pais e familiares acompanharem as fotos do pequenino na rede social, sem a necessidade de ficar procurando por cada uma delas individualmente. "Tudo fica centralizado em um único lugar, no Scrapbook", disse o executivo.

Uma das principais vantagens do novo recurso é que ele permitirá que ambos os pais alimentem um mesmo álbum sem ter que logar um no perfil do outro. Todas as fotos com a marcação do bebê são compartilhadas em ambos os perfis num álbum especial

Uma das principais vantagens do novo recurso é que ele permitirá que ambos os pais alimentem um mesmo álbum sem ter que logar um no perfil do outro. Todas as fotos com a marcação do bebê são compartilhadas em ambos os perfis num álbum especial (Imagem: Divulgação / Facebook)

Com isso, a rede social acredita que os pais deixarão de marcar uns aos outros nas fotos para que elas apareçam na timeline do outro, já que, ao marcar a criança na foto, a imagem aparecerá no perfil dos dois.

A rede social ainda não sabe como vai lidar com crianças que completam 13 anos e querem se cadastrar no site. As fotos serão importadas para o perfil dela? Ou os arquivos permanecerão longe da atenção dos amigos do jovem para não causar constrangimentos? "Ainda estamos trabalhando nessa questão", garantiu Barak.

Apesar disso, o Facebook esclareceu que registrar um filho não é nem de longe a mesma coisa que criar um perfil para ele, pois ele ainda terá que criar um perfil próprio se quiser interagir na rede social.

A novidade começou a ser liberada hoje nos Estados Unidos e deve chegar em outras partes do mundo paulatinamente, até que todos tenham acesso a ela em algumas semanas.

Com informações do Re/Code

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.