Como encontrar bons grupos de discussão para a sua área de atuação no LinkedIn

Por Redação

Se você tem uma conta no LinkedIn, já teve ter gastado um bom tempo procurando contatos nos grupos da rede. Participando de um grupo na rede profissional, fica fácil manter-se atualizado com as tendências de seu setor, fazer contatos valiosos e tornar-se uma referência em sua área de atuação.

O LinkedIn permite que você se junte a somente 50 grupos. É recomendado que você siga o máximo possível, mas selecione de 5 a 10 grupos para dar mais atenção e ter mais benefícios com sua participação.

Mas, por onde começar? Há mais de 1,5 milhão de grupos registrados no LinkedIn. Alguns grupos são estritamente comerciais, outros mais freewheeling... Nem todos os grupos serão ideais para todas as pessoas, mas essa é a beleza de tudo isso – um vasto leque de opções para escolher. Difícil não encontrar algo que satisfaça suas necessidades.

Confira algumas dicas de como identificar os grupos do LinkedIn mais indicados para você.

1. Use a barra de busca do LinkedIn para encontrar grupos relevantes para participar

A busca de temas de interesse no diretório de grupos é um bom primeiro passo para encontrar grupos relevantes no LinkedIn. A busca muito genérica pode gerar resultados demais.

Primeiro procure por palavras-chave baseadas em sua localização, indústria, hobbies e interesses. Caso não tenha sucesso, use palavras que descrevam suas habilidades naturais. Por exemplo, digite o nome da faculdade em que você estudou para encontrar grupos de ex-alunos.

A lista que você vai obter fornece algumas informações gerais sobre cada grupo e seus membros, para que você possa começar a avaliar se estão ou não alinhados com seus objetivos.

O site Boolean também dá grande auxilio na procura. Para localizar um grupo na rede social pelo Boolean, use a localização e função. Os grupos são filtrados com base na sua localidade e focados em sua função.

2) Grupos semelhantes

Uma vez que você começar a entrar nos grupos, o próprio LinkedIn começará a sugerir outros que você poderia estar interessado em conhecer.

3) Grupos dos quais outros profissionais já participam

Você pode já estar familiarizado com alguns líderes em suas áreas de interesse e, ao começar a participar de alguns grupos, identificar pessoas com conhecimentos específicos e sólidos. É normal querer saber que outros grupos elas frequentam. Você pode descobrir indo ao perfil da pessoa, onde é possível encontrar uma lista de grupos a que ele ou ela pertence. Por exemplo: Miles Jennings é o moderador do grupo CIO Network. No Brasil, Murilo Martino é o administrador do grupo CIO Forum Brasil. No perfil de cada um deles você encontrará uma série de grupos dos quais participam.

4) Considere unir-se a grupos de empresas

Várias empresas estão cadastradas no LinkedIn. O site fez parcerias com muitas empresas para poder auxiliar os empresários. Esses grupos são moderados e cada visitante tem sua participação controlada.

O melhor dos grupos de empresas é que eles são bem selecionados. As discussões tendem a ser produtivas, com diálogos ricos em informações. As marcas/empresas estão trabalhando para fazer do grupo um sucesso, e livre de spam.

5) Como avaliar os grupos

Muitos usuários do LinkedIn desanimam ao verem os grupos que frequentam sendo tomados por spammers, auto-promotores e aqueles que estão mais interessados em crescer seu número de conexões do que em participar ativamente da troca de conhecimento. Mas há um monte de trigo entre a palha.

Além de abertos ou de participação restrita, os grupos do LinkedIn podem ser moderados ou não. O ícone de cadeado ao lado do nome do grupo é um sinal de que ele é um grupo fechado, só para membros.

Discussões criadas em grupos abertos são pesquisáveis e visíveis para qualquer pessoa na Web e podem ser compartilhadas em outros sites de redes sociais como Twitter e Facebook. Os gestores de um grupo aberto também podem permitir que usuários do LinkedIn que não sejam membros do grupo contribuam para as discussões. Nos grupos fechados, somente os membros podem ver ou participar das discussões.

Etiqueta

O valor de um grupo é baseado principalmente nas ações de seus integrantes. Ao gastar algum tempo nos grupos você vai perceber rapidamente como se comportar. Aí vão algumas dicas:

  1. Ouça primeiro, e depois fale. Primeiro reaja a discussões iniciadas por outras pessoas.
  2. Nunca venda em um grupo. Se alguém pergunta sobre um fornecedor, não poste a resposta no grupo. Preferia a resposta direta a quem perguntou.
  3. Tenha cuidado com postagens multiplataforma. Por causa de pequenas ferramentas como a caixa do Twitter, você pode postar atualizações de status em todas as plataformas e incomodar muita gente. Desvincule suas contas para evitar transtornos.