CEO do Twitter confia no crescimento da rede social

Por Redação | 12 de Fevereiro de 2015 às 15h44

O Twitter tem um plano ambicioso: chegar a 2016, seu aniversário de 10 anos, valendo US$ 14 bilhões. É um objetivo bastante alto, afirmam especialistas, e muitos chegam a duvidar que isso vai realmente acontecer, devido ao lento crescimento na base de usuários e uma dificuldade em ampliar os ganhos com publicidade. Mas para o CEO Dick Costolo, a empresa está em um ótimo caminho para alcançar essa meta.

Falando justamente ao público investidor durante um evento de tecnologia e internet promovido pelo grupo financeiro Goldman Sachs, o executivo afirmou que o Twitter está hoje muito mais forte do que nos últimos anos, e que esse movimento não vai parar de acontecer. Para ele, conforme citado pelo Mashable, iniciativas de sucesso são tomadas principalmente com o foco de atrair novos usuários e tornar a experiência muito melhor para os que já estão na rede social.

Atualmente, são 288 milhões de pessoas ativas diariamente no serviço, um número bastante considerável, mas que tem apresentado pouco aumento significativo. Daí, por exemplo, veio a ideia de lançar o Fabric, um kit de desenvolvimento que permite a integração de aplicativos móveis com o Twitter com apenas alguns cliques, trazendo a rede social para dentro de soluções de terceiros e potencialmente ampliando o interesse por ela, o que Costolo afirma, tem resultado em novos registros de usuários.

Já para os atuais, ele cita a recente introdução das mensagens diretas em grupo, que permitiram levar “conversas públicas para um ambiente privado”. Essa, para o executivo, era uma função bastante necessária na plataforma já que, nem sempre, são apenas duas pessoas conversando e, no Twitter, a tendência é que diversos usuários compartilhem a mesma discussão. A ideia foi levar essa mesma característica para o campo reservado.

Por fim, Costolo citou ainda a utilização cada vez maior do Twitter como uma ferramenta de suporte ao cliente. Cada vez mais empresas estão usando a ferramenta como uma forma rápida e dinâmica de atingir consumidores e conhecer o que está sendo falado sobre ela, e exibiu isso ao vivo utilizando a operadora aérea Virgin America, que pôde se conectar rapidamente com um cliente e resolver o problema dele com algumas mensagens.

Para o futuro, o executivo vê boas novidades, principalmente com a aquisição da Niche, anunciada nesta quarta-feira (12). A empresa vai permitir que agências de publicidade e empresas entrem em contato com usuários e produtores de conteúdo para o Vine, gerando novas oportunidades de monetização, mais talentos e acima de tudo facilitando as conexões entre as pessoas. E é de toda essa receita, acredita Costolo, que virá o grande crescimento planejado pela companhia.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.