Após 3 anos, Facebook F8 será realizada novamente nesta quarta-feira (30)

Por Redação | 30.04.2014 às 11:15

Quase 3 anos após o último Facebook F8, conferência de desenvolvedores antes realizada anualmente para anunciar novos recursos na rede social, o evento voltará a acontecer nesta quarta-feira (30) em São Francisco, na Califórnia. Na última edição, realizada em 2011, a grande novidade foi a "Linha do Tempo", que apresentava, em uma única página, o que o usuário realiza no site. Desta vez, no entanto, o foco da conferência será voltado completamente à comunidade de desenvolvedores, principalmente de dispositivos móveis.

A decisão de realizar um evento mais voltado a desenvolvedores mobile certamente passa pela aquisição da Parse pelo Facebook há um ano. Segundo o site Gigaom, a Parse, empresa que fornece serviços de computação em nuvem, tem sido responsável por prover a maior parte dos serviços de back-end dos apps do Facebook para os dispositivos móveis, deixando espaço para que os desenvolvedores se concentrem em coisas como monetização e a experiência do usuário.

Quase sem novidades para a rede social em seu formato tradicional para desktops esse ano (a grade do evento é quase toda voltada à plataforma móvel), a mensagem do CEO Mark Zuckerberg será basicamente sobre atrair os desenvolvedores com um software que torna mais fácil a construção de aplicativos para telefones celulares, além de ferramentas que ajudam os programadores a venderem esses produtos aos 1,28 bilhão de usuários da rede social.

Conseguir que mais desenvolvedores utilizem suas ferramentas - como para a produção de jogos - é imprescindível para as novas ambições da empresa em relação a dispositivos móveis. No último balanço divulgado pela empresa referente ao primeiro trimestre deste ano, 59% da receita obtida pela empresa com anúncios veio da plataforma móvel, sendo que o número de usuários da rede por esses dispositivos já ultrapassa a marca de 1 bilhão de usuários.

“Agora estamos absolutamente focados em resolver os problemas das pessoas: produzir, crescer, monetizar”, disse Ilya Sukhar, que também é chefe de produtos para desenvolvedores da Facebook Inc.

Mas conquistar esses desenvolvedores não será uma tarefa tão fácil assim. A tendência atual dos desenvolvedores de aplicativos tem sido construir um laço social em seus produtos usando as listas de contatos que os consumidores mantêm em seus smartphones em vez de uma lista de amigos no Facebook. E há também concorrentes de peso como a Apple e Google, que são os principais distribuidores de aplicativos por meio de suas lojas online.

O Facebook espera receber cerca de 2.500 desenvolvedores no F8 deste ano, que poderá ser acompanhado online pelo site do evento. A conferência terá início às 14h00, horário de Brasília.