Publicidade: Facebook fecha acordo para entender hábitos offline dos usuários

Por Redação | 28 de Fevereiro de 2013 às 11h17

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (27), em postagem no seu blog oficial, que acaba de fechar uma nova parceria com empresas de dados e informações do cliente para tornar seu serviço de anúncios ainda mais eficiente. Com isso, as propagandas na rede social poderão ser direcionadas para os usuários com base em seus hábitos de consumo em lojas físicas.

Segundo o AdAge, a empresa começou a testar o novo sistema em sua versão beta na última semana e permite que os anunciantes tenham acesso a informações de consumo dos usuários do Facebook graças à combinação do número de telefone celular ou e-mail que o usuário utiliza para se conectar à rede social e seu cadastro em lojas físicas - com isso, os anunciantes poderão avaliar o que você consumiu no último mês em uma loja com base nos dados fornecidos no seu cartão de fidelidade, e direcionar suas propagandas sociais baseada em suas preferências.

"Por exemplo, uma concessionária de automóveis pode estar interessada em personalizar sua oferta para pessoas que estão mais suscetíveis a procurar por um novo carro. Para fazer este trabalho, muitas empresas contratam terceiros para entender e identificar quem está procurando por um carro no mercado", explica a empresa. "Com as atualizações apresentadas hoje, nós permitiremos que as empresas façam a mesma coisa através de nossas ferramentas de audiência personalizada, de maneira consistente e atendendo ao nosso compromisso de proteger os dados de nossos usuários".

O Facebook ainda garantiu que o cruzamento de informações entre os dados do usuário na rede social e em seus cartões de fidelidade de lojas será seguro, ou seja, os dados da rede social não serão enviados para os anunciantes como também não serão repassadas as informações dos cartões. Acredita-se que isso garantirá o anonimato dos usuários e proporcionará mais eficácia na distribuição de anúncios.

Muitos podem achar que a invasão de privacidade se dará mesmo com a segurança das informações. Outros podem achar que esta é uma boa maneira de não ser impactado por anúncios que não querem ver. E você, o que pensa dessa novidade?

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.