Agora o Twitter alertará usuários sobre catástrofes no Brasil

Por Redação | 20.12.2013 às 18:24

O Twitter sempre foi uma importante ferramenta na hora de espalhar notícias rapidamente pela internet. Em alguns momentos, inclusive, ele foi utilizado para realizar coberturas jornalísticas de importantes eventos históricos, como a Primavera Árabe. Ciente de sua importância nesse contexto, em setembro foi disponibilizado um novo recurso no microblog, o Twitter Alerts. Com ele, os usuários passaram a receber alertas sobre emergências, desastres naturais e situações em que seriços de comunicação possam ficar inacessíveis.

Inicialmente disponível somente para Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul, o recurso agora chega ao Brasil e mais três países: Reino Unido, Irlanda e Austrália. O anúncio foi feito no blog oficial do Twitter.

Os alertas são emitidos por várias organizações e instituições das mais diversas áreas, que os disparam para o Twitter. Com o alerta em mãos, o microblog se responsabiliza por emitir um sinal e exibir um informativo com todos os detalhes aos usuários, que o recebem na parte inferior da tela do aplicativo no iOS ou Android.

Aqui no Brasil, a primeira cidade a poder contar com o recurso será o Rio de Janeiro. O Centro de Operações do Rio (COR) fechou parceria com o microblog e deve se responsabilizar em prestar assistência aos moradores e turistas com informações rápidas durante períodos de chuvas e quando da ocorrência de incidentes.

Em comunicado oficial, o chefe-executivo do COR, Pedro Junqueira, afirmou que a organização seguirá protocolos rigorosos antes de acionar o Twitter Alert, já que a intenção é não banalizar a funcionalidade da ferramenta. "Com o Twitter Alerts poderemos informar algo que, talvez, as pessoas nem saibam que está acontecendo para cuidar da população do Rio e salvar vidas".

Espera-se que em pouco tempo mais organizações se juntem ao Twitter Alerts para formar uma rede efetiva de alertas. Nos demais países, como Reino Unido, por exemplo, o número de organizações comprometidas com a causa já chega a quase 60.

Recebendo os alertas em seu dispositivo

Os usuários que desejam receber os alertas não necessariamente precisam residir na cidade do Rio de Janeiro. Na verdade, é possível receber alertas de todos os países em que o Alerts já está em operação.

No caso específico do Brasil, basta seguir o perfil do Centro de Operações do Rio. Quando a organização emitir um tuíte emergencial, ele será marcados com um sino laranja e a hashtag #alert. Os alertas poderão ser visualizados no feed do Twitter na web e nos aplicativos para dispositivos móveis. Quem desejar recebê-los via notificações push – ou seja, na tela de bloqueio do dispositivo –, terá que ter instalada a versão 5.10 ou superior do app no iOS, ou a 4.16 ou superior no Android.