8 dicas para melhorar o perfil de uma empresa no LinkedIn com a ajuda do Groups

Por Gabriel Castro | 04 de Fevereiro de 2014 às 12h00

O LinkedIn, rede social e profissional que veio ao ar em 2011, cresceu de forma significativa no mundo todo. No entanto, conquistou poucos adeptos no Brasil, se considerar que os brasileiros muitas vezes alcançam os topos dos rankings de usuários em redes sociais - pelo menos nas maiores. Apenas 15 milhões de um total de 259 milhões dos perfis do LinkedIn são de brasileiros.

A ferramenta Grupos do LinkedIn, no entanto, é muito útil para empresas de um mesmo segmento ou com interesses em comum para compartilharem conteúdo, responderem dúvidas, compartilharem vagas, contatos profissionais e trabalharem a imagem da empresa.

Segundo Jéssica Nomura, analista de gestão de pessoas da Multiplus, o Linkedin é uma excelente ferramenta para networking e, por isso, também é possível conhecer candidatos pelo contato na rede social. "Nos grupos, é possível trocar conhecimentos e experiências, além de entrar em contato com um determinado público. Conheço várias empresas que possuem um mercado bem específico e acabam utilizando essa facilidade para serem bem assertivas no contato com profissionais".

Confira abaixo algumas dicas de como tirar o melhor proveito dos Grupos.

1. Participe de grupos nos quais seus clientes estão. "Identifique grupos com membros que são clientes em potencial ou influenciadores na sua área de atuação e então crie conteúdo, como artigos, guias e postagens que sejam relevantes para aquele grupo", recomenda Sara Flick, gerente de estratégia de conteúdo e RP da ZOGDigital, empresa de pesquisa e marketing social. "Essa estratégia pode se utilizada para promover boas práticas, estabelecer a marca como líder de segmento ou promover produtos ou serviços de uma forma natural e orgânica", complementa.

2. Crie seu próprio Grupo no LinkedIn. "Para criar uma comunidade de verdade, empresas se dão melhor ao criar um grupo para um determinado público com o qual elas visam se envolver ou ainda ser a ponte entre esse público e outra empresa, intermediando o contato", afirma Sam Ford, diretor de Engajamento de Público na Peppercomm, firma de marketing integrado e comunicação.

"Nós criamos diferentes grupos no LinkedIn que agregariam aos nossos públicos", afirma Peter Fosso, chefe da US Operations da Music2Deal. "Por sermos principalmente uma rede social para a indústria da música, nós criamos os grupos Music Industry: Global, Music Industry: Estados Unidos e outros. Isso nos permite construir uma audiência, recrutar novos membros e divulgar nossa marca", explica.

3. Não exagere. "A maior lição que eu aprendi e divido com meus clientes é focar e minimizar", diz Julia Angelen Zunich, presidente do Z Group PR. "Participar de 39 grupos não significa necessariamente mais contatos, referências ou projetos", aponta. "Eu reduzi meus grupos a um ou dois em cada categoria-chave e então foquei em ser ativa, contribuinte nesses grupos. Fiz contatos excelentes e melhorei meu perfil profissional".

4. Estabeleça-se como líder ou perito. Se você pretende ganhar credibilidade e reconhecimento como líder, "contribua para discussões em grupo", diz Jeff Zelaya, executivo de vendas da Vocus, que oferece softwares de marketing de nuvem e consultoria. "De acordo com o LinkedIn, participantes que comentam em discussões em grupo recebem quatro vezes mais visualizações de perfil", aponta. "Mais visualizações podem levar a um aumento de networking e possíveis conexões", complementa.

"Responda questões, direcione as pessoas e use sua experiência para ajudá-las", adiciona Clare McDowall, fundadora da consultoria Socially Good. "Poste bom conteúdo que possa beneficiar outros no grupo. O LikedIn promove os perfis que mais contribuem em cada grupo e reconhece conteúdo que possa gerar mais conexões e interesse", explica.

Uma dica de ouro é de Misha Sobolev, diretor da CTOsOnTheMove.com: "mantenha a proporção 7 para 1 - sete conteúdos úteis para um promocional".

5. Aproveite para contratar. Empresas podem divulgar oportunidades nos grupos e aproveitar que esse post será enviado diariamente para todos os membros do grupo. "Mesmo que uma pessoa do grupo não se encaixe no perfil, ele pode conhecer alguém que o faça", afirma Katie Sansone, gerente de redes sociais na firma Windsor Resources.

Mas lembre-se que hoje em dia os candidatos ou clientes não têm tanto tempo ou paciência para ficar lendo muito texto. "É importante que o grupo de uma empresa seja focado, objetivo e periódico", recomenda Will Staney, diretor de recrutamento e programas estratégicos da SAP.

6. Realize pesquisas de mercado, inclusive entre os membros e clientes do grupo. "Entre para um grupo que representa seu mercado de atuação e elabore perguntas. Só não se concentre tanto em vender", sugere o fundador do The Sales Foundry Kurt Shaver.

Para empresas que não têm grupos, é útil fazer pesquisas e enquetes que agreguem valor e reunir os resultados em um post de blog ou relatório.

7. Peça testemunhos e declarações. Páginas empresariais no LinkedIn permitem listar produtos e serviços para que outros usuários possam fazer comentários e recomendações. Pode-se mandar mensagens públicas nos grupos que incentivem essas avaliações da empresa.

8. Envolva seus funcionários. "Empresas podem amplificar o impacto ao estimular os empregados a participarem ativamente de diálogos com outros usuários da rede", afirma Lauren Hug, fundadora da HugSpeak Coaching & Consulting.

"Quando todos estão envolvidos, cria-se uma rede estendida que aumenta a presença da empresa e a atenção em relação ao mercado", sugere Kim Garst, CEO da Boom! Social.

Jéssica Nomura conclui com a possível dica mais importante: "o Linkedin é totalmente profissional, então utilize fotos que estejam de acordo com esse propósito e tome cuidado com as postagens não relacionadas a trabalho ou negócios. Existem outras ferramentas, como Twitter e Facebook para isso".

Gostou da ideia? Saiba como criar um grupo aqui no link.

Fonte: cio.com

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.