Preguiça de ler os 40 anos de histórias dos mutantes? Leia X-Men: Grand Design

Por Redação | 21 de Dezembro de 2017 às 09h45
divulgação

A Marvel publica histórias desde 1961 e, nesses 56 anos, uma rotatividade imensa de roteiristas, personagens morrendo e renascendo, viagens no tempo e universos alternativos fizeram com que fosse quase impossível acompanhar a cronologia dos acontecimentos dos universos Marvel. E toda essa confusão é elevada ao quadrado quando pensamos que, além dos quadrinhos, a Marvel vem ampliando suas tramas através de filmes e séries nos últimos anos.

Ao menos no que ronda o universo dos X-Men, o leitor vai receber uma ajudinha da editora para conseguir entender o que se passa, quando, onde e com quem. É o que pretende a obra X-Men: Grand Design. Os seis volumes escritos por Ed Piskor, que já trabalhou criando personagens para o Adult Swim, vão repassar todas as seis décadas de acontecimentos no universo dos mutantes, organizando a ordem cronológica dos principais acontecimentos da trama. A ideia é que cada volume aborde uma década, começando nos anos 1960 no primeiro volume.

X-Men: Grand Design, que foi anunciada durante a San Diego Comic-Con em julho, não pretende ser um mero resumo do que já se passou com os super-heróis. Os fãs que acompanharam toda a saga serão surpreendidos com muitos easter eggs e referências das obras passadas, tornando X-Men: Grand Design uma espécie de celebração do passado da saga.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O desafio que Piskor tem em mãos é digno de histórias da mitologia grega. Não vai ser fácil criar um enredo que una seis décadas de acontecimentos escritos por diversas mãos e sob diversos pontos de vista. Mas não é a primeira vez que ele se mete em um projeto megalomaníaco do tipo. Ele foi o responsável pela série Hip Hop Family Tree, que traçou as origens culturais e musicais do movimento Hip Hop. Para conferir esse e outros trabalhos do genial (e um pouco maníaco) quadrinista, acesse o site dele.

Ainda sem data para ser lançada no Brasil, em português, a versão americana pode ser comprada na Amazon, custando US$ 30.

Fonte: Polygon

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.