Marvel afirma que mais um herói vai morrer em Guerra Civil 2

Por Redação | 09.06.2016 às 11:39

Enquanto os cinemas ainda contam com a bilheteria dos dias finais de Capitão América: Guerra Civil em cartaz, as bancas e mercados digitais de quadrinhos fervem com a publicação de Guerra Civil II, que mais uma vez, coloca os heróis da Casa das Ideias em lados opostos e conflitantes. E em sua terceira edição, mais um herói cairá vítima desse combate.

É isso o que afirma a sinopse da revista, que chega no dia 13 de julho aos Estados Unidos. De acordo com o que foi publicado pela Marvel, no terceiro volume, “um dos maiores heróis do Universo Marvel encontra seu fim” e a forma como isso vai acontecer será responsável por discussões e divisões entre os fãs ao longo dos próximos anos.

Civil War II

A identidade do caído, claro, só será revelada quando a revista efetivamente chegar às bancas, mas alguns fãs já apontam para um nome: Tony Stark, o Homem de Ferro. Isso porque ele aparece com sua armadura destroçada em uma das capas do volume, divulgada pela Marvel, com Hulk segurando metade de sua armadura. Ao chão, também estão o Capitão América e o Homem-Aranha, outros possíveis nomes na lista para o carro funerário da Marvel.

Cuidado com os spoilers daqui em diante, pois essa seria a segunda (ou possivelmente, até terceira) morte desde o início de Guerra Civil II. Logo no primeiro volume, a Marvel ceifou a vida de Jim Rhodes, o Máquina de Combate, durante um combate contra Thanos. A Mulher-Hulk também é ferida gravemente no mesmo combate, e a edição termina com ela tendo uma parada cardíaca no hospital, apesar de sua morte ainda não ter sido confirmada pela editora.

O combate contra o vilão é justamente um dos estopins da segunda Guerra Civil, quando sua invasão é impedida depois que os Vingadores são informados do ataque por uma visão de Ulisses, um estudante universitário transformado em Inumano. Enquanto Carol Danvers, a Capitã Marvel, decide utilizar seu poder para impedir crimes e ações inimigas antes que elas aconteçam, Tony Stark é contra a postura, afirmando não ser possível punir alguém por algo que ainda não foi cometido, além de questionar as premonições do recém-tornado herói.

Guerra Civil II começou a ser publicada nos Estados Unidos no último mês e ainda é inédita no Brasil. O roteirista é Brian Michael Bendis, que trabalha ao lado do artista David Marquez, sob edição de Tom Brevoort.

Fonte: Marvel Comics