Jovem negra de 15 anos será o novo Homem de Ferro

Por Redação | 06 de Julho de 2016 às 12h50
photo_camera Reprodução/TIME

Depois de uma mulher (bem conhecida do público, aliás) ter tomado o posto de Thor em publicação recente do herói nórdico, está na hora de outro super herói ceder seu lugar a uma dama. Nesta quarta-feira (6), o roteirista da Marvel Brian Michael Bendis revelou que Tony Stark passará a armadura de ferro para frente, e a nova usuária será Riri Williams, jovem negra de 15 anos.

A nova "Homem" de Ferro assumirá o papel ao final do arco Guerra Civil 2, quando o milionário Tony Stark deixará a identidade de Homem de Ferro de lado.

Riri Williams, por outro lado, não deixa a desejar em termos de inteligência. A garota é uma gênia da ciência que passar a frequentar a Massachussets Institute of Technology (MIT, na sigla original) aos 15 anos de idade. Ela chama a atenção de Stark quando ela constrói a própria armadura de Homem de Ferro no seu dormitório.

Invincible Iron Man

Para Bendis, criador da personagem e atual roteirista dos quadrinhos do Homem de Ferro, sua experiência como roteirista de programas de TV o inspirou a criar a personagem. "È uma história dessa brilhante jovem garota cuja vida foi castigada por tragédias e que poderia facilmente ter terminado sua vida nas ruas com violência, mas escolheu ir para a universidade. Isso é muito inspirador para mim. Eu achei que essa era a versão mais moderna de uma história de super herói ou super heroína que eu já ouvi. Fiquei pensando nisso até que tivesse a personagem certa e o lugar certo", disse ele.

Na opinião de Bendis, com a adição orgânica de vários novos personagens nas obras da Marvel, o momento pareceu certo de contar com uma jovem que vê toda essa violência e decide se levantar e fazer algo. Ele também aponta que mesmo com habilidades ainda cruas, Riri começa suas aventuras em um ponto intelectual muito além de como Tony era quando tinha a idade da jovem.

Em relação à recepção da personagem, por causa do envolvimento de Bendis na criação de personagens como Miles Morales e Jessica Jones, os fãs o estão dando o benefício da dúvida. "Quando você está introduzindo novos personagens, você sempre terá pessoas que ficam paranoicas achando que vamos arruinar a infância delas. Outros fãs apenas nos dizem 'mostrem as novidades'", explicou o roteirista.

Por outro lado, pelo fato da personagem ser negra, algumas controvérsias já acontecem. "Alguns dos comentários online, eu não acho que as pessoas percebam o quão racistas elas soam. Eu não estou dizendo que se você critica você é racista, mas se alguém escreve "Por que precisamos da Riri Williams se já temos Miles?' e essa é uma coisa estranha de se dizer. Eles são indivíduos únicos, assim como o Capitão América ou o Ciclope", disse Bendis. Felizmente, ele diz, esse tipo de reação está diminuindo com o tempo.

Sobre Tony Stark estar deixando a posição de Homem de Ferro, essa situação é causada por vários motivos, segundo Bendis. "O melhor amigo dele morreu, a empresa dele está entrando em colapso e ele está descobrindo quem eram verdadeiramente os pais biológicos dele, tudo ao mesmo tempo. Tony também é mestre em não prestar atenção nas coisas que são importantes e se manter ocupado com as coisas dos Vingadores. Como as coisas serão agora que ele deixará a armadura de lado?", questiona o roteirista.

Riri Williams logo deve estar definitivamente nas páginas de "Invincible Iron Man". O que você acha sobre essa mudança?

Fonte: TIME

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.