Publicidade mobile: quando e como fazer?

Por Colaborador externo | 26.05.2015 às 11:13
photo_camera Divulgação

Por Cleber Guerra*

A venda de smartphones aumentou 33% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2014, apontam dados da IDC e da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Isso significa que 14,078 milhões de aparelhos foram comercializados no trimestre. E vale lembrar que os aparelhos estão com as pessoas o tempo todo. Não é a toa que um levantamento da Pesquisa Brasileira de Mídia (PMB) 2015 mostrou que atualmente 66% dos acessos feitos à internet são realizados via smartphones.

Neste cenário, é fundamental considerar os dispositivos móveis nas estratégias de publicidade das empresas. Mas quem nunca viu surgir uma propaganda completamente fora do seu perfil na timeline das redes sociais? Isto é comum e acontece todos os dias por erros nas estratégias de divulgação.

Se os smartphones e a internet trouxeram novos meios de atingir o consumidor, também fornecem muito mais informações sobre as preferências de cada um. Para interagir com o cliente nos momentos mais oportunos é preciso contar com dados sobre a faixa etária, as preferências na internet, geolocalização, por exemplo. São inúmeras as estratégias móveis que podem ser planejadas e render maior conversão de venda para as empresas. Além disso, existem diversas maneiras de combinar mundo virtual e mundo real de uma forma interativa.

Como grande parte das pessoas passam o dia inteiro conectada isso oferece inúmeras possibilidades aos anunciantes. Não é a toa que estimativas da consultoria eMarketer mostram que o investimento global em publicidade nas plataformas móveis deve alcançar US$ 100 bilhões em 2016, o que representaria um aumento de 400% em relação a 2013.

Um setor que precisa de divulgação e que está em alta é o de gastronomia. Tanto que o consumo de vídeos de culinária cresce 296% em dois anos no YouTube, segundo pesquisa do Google. Além disso, só em 2014, 87 milhões das visualizações do YouTube na América Latina foram de culinária e outros temas ligados a gastronomia. Hoje muitas pessoas estão querendo aprender a cozinhar e criar pratos diferenciados e gostosos para os seus familiares e amigos. E que tal pensar em soluções mobile ou não para esse mercado para promover a sua marca?

Bom, voltando ao tema do artigo, outra questão que vale a pena avaliar é que o retorno sobre o investimento em publicidade móvel pode ser mais significativo do que outras mídias. Por meio dos dispositivos móveis é possível atingir o público-alvo de maneira mais assertiva. Ter uma propaganda sobre um restaurante no Facebook perto da hora do almoço é melhor do que na TV, por exemplo. Afinal, as pessoas que estão no escritório têm acesso ao smartphone, mas nem sempre a televisão.

Por isso, ter os melhores resultados depende dos bons conhecimentos sobre o mundo digital e expertise para avaliar qual a melhor ação com base no perfil do público que se quer atingir.

*Cleber Guerra é diretor de Criação da Settiges, agência brasileira de Design, Promoção e Propaganda