Instagram ultrapassa 500 mil anunciantes; Brasil é o 2º país com mais anúncios

Por Redação | 22.09.2016 às 12:07

O Instagram anunciou nesta quinta-feira, 22, que bateu a marca de mais de 500 mil anunciantes na plataforma, mais do que dobrando sua base dos últimos seis meses. Neste cenário, o Brasil é o segundo país com maior adoção de anúncios, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, e seguido por Reino Unido, Austrália e Canadá.

Desde o lançamento dos anúncios, em setembro do ano passado, houve 1 bilhão de ações tomadas em anúncios no Instagram. Na verdade, 70% do desempenho das campanhas geraram crescimentos estatisticamente significativos para conversão online ou instalação de aplicativo móvel. Depois de modificar o formato de link do anúncio, em junho, o desempenho nesses anúncios aumentou mais de 45%. E o valor dos anúncios estende além do mobile, contribuindo para um crescimento de 2% nas vendas offline.

Ao realizarem marketing com foco nas paixões da pessoas, as empresas estão transformando inspiração em ação. Ainda de acordo com o Instagram, 75% dos seus usuários reagem depois de terem sido inspirados por um post, como visitar um site, pesquisar, fazer compras ou indicar a um amigo.

Novas ferramentas para empresas

Dois meses depois do lançamento da ferramenta para negócios Business Tools, mais de 1,5 milhão empresas adotaram um perfil comercial no Instagram. Pela primeira vez na plataforma, as empresas ganharam um caminho mais fácil para se conectarem com os consumidores por meio de perfis comerciais, identificando o que repercute em seu público por meio de métricas, e promovendo posts a partir do aplicativo.

A Grabble, por exemplo, aplicativo de compras do Reino Unido, além de tornar mais fácil para se conectar com os clientes, ela tem usado os insights para aprimorar seu público-alvo. "Nós sempre pensamos que a maioria do nosso público era do sexo feminino, por isso tendíamos a postar conteúdos focados em mulheres. No entanto, os insights das ferramentas para empresas do Instagram nos mostraram que, na verdade, 21% dos nossos seguidores são do sexo masculino", afirma a empresa.

Segundo o Instagram, a empresa vai continuar a desenvolver sua oferta de anúncio e ferramentas de negócios para ajudar as empresas a maximizar o seu potencial na plataforma e fazer as conexões que contam.