Windows Phone deve contar com apenas 0,1% do mercado em 2020, segundo IDC

Por Redação | 08.09.2016 às 20:18

O Windows Phone pode praticamente deixar de existir em 2020. De acordo com levantamento realizado pela IDC, o sistema operacional para smartphones da Microsoft terá apenas 0,1% de participação de mercado, resultado de uma profunda queda de 23,2%, segundo projeções. Atualmente, o Windows Phone ocupa 7,2% do mercado de smartphones em todo o mundo, mesmo sofrendo constantes declínios em vendas.

O levantamento indica que será vendido até 2020 1,7 milhão de dispositivos com Windows, número extremamente mais baixo do que o do Android, líder de mercado e que deverá vender mais de 1,5 bilhão de smartphones durante o mesmo período. Apesar do fraco desempenho nos smartphones, o Windows pode vir a crescer nos tablets. A IDC tem sido otimista quanto ao potencial de vendas de tablets que contem com o mesmo sistema operacional dos desktops, visto que cada vez mais usuários estão buscando tablets para uso no trabalho.

De acordo com o analista sênior de pesquisas da IDC, Jitesh Ubrani, a inovação no mercado de smartphones passa por um período de tranquilidade do ponto de vista tecnológico, "visto a atual necessidade dos consumidores, que afirmam que os aparelhos existentes conseguem oferecer ótimos recursos". "O crescimento no mercado de smartphones está focado em substituir os aparelhos existentes em vez de buscar novos usuários", argumentou Ubrani.

Levantamento IDC sistemas móveis

A IDC acredita também que aparelhos de realidade virtual e investimento em dispositivos móveis com telas ainda maiores devem ser tendências nos próximos anos. "Como phablets ganham popularidade, nós esperamos ver uma infinidade de fornecedores ampliando ainda mais o seu portfólio de dispositivos munidos de telas maiores com preços acessíveis, em alternativa aos líderes de mercado Samsung e Apple", declarou Anthony Scarsella, gerente de pesquisa de dispositivos móveis da IDC. "Ao longo dos últimos dois anos, phablets vêm sendo vendidos por preços elevados por parte das grandes companhias, como Apple, Samsung e LG. Pensando no futuro, prevemos que muitos flagships chegarão ao mercado a preços consideravelmente mais baixos em ambos os mercados desenvolvidos e emergentes."

Enquanto o Windows Phone ocupará 0,1% do mercado de smartphones em 2020, o Android responderá por 85% do mercado e o iOS, mesmo com projeções de quedas nas vendas em 2017, subirá para 14,2%. A IDC também apontou em seu estudo que a média de preços dos phablets cairá para US$ 304 em 2020, contra US$ 419 em 2015. Quanto aos smartphones, a queda será de 12%, com os aparelhos custando em média US$ 232 em 2020.

Fonte: IDC