Quase 97% do mercado de smartphones é dominado por iOS e Android

Por Redação | 20 de Agosto de 2015 às 15h14

Se ainda restava dúvidas para alguém de que a guerra no mundo dos smartphones se dá quase que apenas entre duas superpotências, os números mais recentes do Gartner estão aí para comprovar isso. Ampliando ainda mais seu domínio sobre o mercado mobile, o Android e iOS concentram, hoje, 96,8% de todo o setor, mantendo a maior dominação já registrada na história.

Em relação ao segundo trimestre de 2014, todos os sistemas operacionais apresentaram queda, com exceção do da Apple. Entre abril e junho de 2015, o iOS conquistou uma fatia de 14,6% desse mercado, contra 12,2% no período anterior. O Android, enquanto isso, manteve o seu domínio, estando em 82,% de todos os smartphones vendidos no período. Há um ano, porém, esse total era de 83,8%.

Enquanto isso, os números contam uma história diferente daquela que a Microsoft gostaria de ver. Na iminente chegada do Windows 10 e com a empresa apostando alto em sua integração entre PCs e smartphones, seu sistema operacional móvel apresentou uma ligeira queda, de 2,8% no ano passado para 2,5% em 2015.

É, mais uma vez, uma tendência, com a companhia perdendo algumas frações a cada período, um total que, em sua maioria, acaba fortalecendo os números da concorrência, principalmente da Apple, que vem conquistando as fatias perdidas. O mesmo vale para a BlackBerry, que praticamente sem novos produtos no mercado, viu seu já minguado pedaço do mercado reduzindo para 0,4% no segundo trimestre de 2015.

No total, foram 329 milhões de smartphones vendidos entre os meses de abril e junho deste ano. Esse número representa o menor crescimento nas vendas desde 2013, com apenas 13,5% a mais de vendas em relação ao ano passado e mais um reflexo de que até mesmo os mercados emergentes, que há pouco tempo eram vistos como o motor que ia permitir uma alta constante, chegaram a um estado de estagnação e maturidade.

A noção da consultoria, agora, é que quem queria ter um smartphone já o possui, e que a fatia de público a conquistar um pela primeira vez é extremamente pequena. Agora, então, o foco vai para as trocas de aparelhos, e aqui, vence quem apresentar os melhores preços ou as funcionalidades mais interessantes, tornando a briga como um todo muito mais complexa.

Fontes: Gartner, The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.