Quantum Break, Scalebound e outros exclusivos do Xbox One podem sair para PC

Por Redação | 13 de Agosto de 2015 às 13h44

Desde a E3 deste ano, passando depois pela Gamescom, na última semana, a Microsoft tem feito questão de demonstrar em alto e bom som sua biblioteca de jogos exclusivos para o futuro próximo. Mas, aparentemente, títulos como Quantum Break, Scalebound e Crackdown 3 podem não manter esse status por muito tempo e acabarem chegando também ao PC.

Quem cogitou essa possibilidade foi Phil Spencer, diretor da marca Xbox. Para ele, como parte do grande suporte da Microsoft aos jogadores de PC, os títulos exclusivos do One podem acabar dando as caras no computador em algum momento após o lançamento, de forma a não prejudicar o ciclo de desenvolvimento em curso atualmente.

Sem confirmar nada, o executivo dá mais detalhes sobre tudo isso. Segundo Spencer, os três games citados tiveram sua produção iniciada antes mesmo que a Microsoft pensasse em dar o suporte maior aos games no PC, como acontece hoje, e, sendo assim, seria errado ordenar que os desenvolvedores passassem a trabalhar em uma nova versão para lançamento simultâneo. Depois que todos chegarem para o Xbox One, por outro lado, sempre existe a possibilidade de que um port aconteça.

A mesma situação, por exemplo, não acontece com Halo Wars 2, que foi anunciado na Gamescom e já faz parte dessa nova pegada. Segundo Spencer, o título foi desde cedo pensado como uma oferta para PC e Xbox One, e o mesmo deve acontecer com outros títulos dos estúdios da Microsoft daqui em diante.

Entretanto, Spencer avisa desde já: nem todos os games vindouros devem receber esse mesmo tratamento. Para o executivo, algumas propostas funcionam apenas nos computadores, enquanto a recíproca também é verdadeira, e outras são focadas especificamente no console. Sendo assim, não dá para encarar como uma regra a ideia de que todos os games da Microsoft serão multiplataforma, assim como não é possível dizer que toda exclusividade é definitiva.

Para aumentar ainda mais essa integração, mesmo em games dedicados apenas ao Xbox One, a Microsoft lembra ainda da opção de streaming, que por meio de um aplicativo dedicado, permite jogar os games do console no PC. A empresa disse estar pensando em criar a funcionalidade oposta, mas que como os computadores apresentam hardwares e configurações variadas, essa questão se transforma em um desafio maior.

Há quem diga, ainda, que a estratégia canibaliza o próprio mercado da Microsoft, já que a expectativa de que os exclusivos podem chegar também ao PC pode acabar reduzindo o potencial do Xbox One. A possibilidade de que os games dos estúdios da empresa cheguem também ao PS4, como é o caso de Rise of the Tomb Raider, por exemplo, parece ainda mais improvável, e parece ser nesse aspecto que a fabricante confia para manter seu aparelho ativo nesse sentido.

Fonte: PCGamer

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.