Novo padrão de conexão para monitores aproveita poder do USB-C

Por Redação | 03.03.2016 às 13:45

Tecnologias relacionadas à transmissão de dados entre computadores e monitores não chamam muito a atenção por serem transparentes ao usuário – para ele, basta conectar o fio e observar as imagens. Entretanto, há muita tecnologia por trás disso e, nesta semana, a VESA, associação de padrões da indústria eletrônica, publicou novos parâmetros para contemplar inovações recentes, mais especificamente, os cabos USB de tipo C.

Engana-se quem pensa que os novos fios têm como única novidade a possibilidade de serem ligados de ambos os lados. A grande inovação, mesmo, está na altíssima velocidade de transmissão de dados que, no caso dos monitores, vai permitir a visualização de imagens em resolução 8K (com 7690 x 4320 pixels), utilizando tecnologia HDR para melhoria das cores e do contraste a 60 Hz. Tudo sem atraso e sinais de compressão.

Quando se fala em 4K, um tamanho que, por si só, já é gigantesco, a contagem sobre para 120 Hz, assim como aumenta ainda mais a profundidade de cores e o total de tons exibidos na tela. Basicamente, é uma quantidade absurda de informação e, mais do que isso, um padrão que estará em vigor por muitos e muitos anos, uma vez que, enquanto a altíssima definição ainda engatinha, os aparelhos com resolução 8K nem mesmo chegaram ao mercado.

Além disso, de acordo com a VESA, a falta de compressão de imagem também se estende ao áudio, com o conector trazendo espaço para 32 canais de áudio e taxas “ultra-altas” de sampling. A ideia é que, aqui, também não seja preciso compactar o som para transmissão sem atrasos.

Normalmente, inovações desse tipo nem mesmo chegam às mãos do consumidor comum, já que, para sistemas domésticos, o padrão usado normalmente é o HDMI, que trabalha de maneira diferente. Entretanto, para a indústria de games e de entretenimento automotivo, a fixação de um padrão significa que ambas já podem começar a trabalhar com a tecnologia, de forma a entregar o melhor padrão de imagem possível para seus clientes.

Fonte: VESA