Novo exoesqueleto dá esperança para crianças com atrofia muscular espinhal

Por Redação | 18 de Junho de 2016 às 08h12

Cientistas do Conselho Espanhol de Pesquisa Nacional (também conhecido como CSIC), junto a empresa de base tecnológica Marsi Bionics, desenvolveram um novo exoesqueleto específico para crianças com atrofia muscular espinhal. Para quem não sabe, a doença é uma enfermidade genética neuromuscular degenerativa que afeta um a cada 10 mil bebês.

O dispositivo, que é o primeiro do tipo, foi projetado para ajudar crianças entre 3 e 14 anos. Pesando 12 quilos e fabricado em alumínio e titânio, ele poderá ajudar as crianças que sofrem com a doença. “Seu uso diário contribuiria para uma melhora de qualidade de vida, autonomia e independência”, afirma uma das pesquisadoras do projeto, Elena García.

O exoesqueleto é composto por uma cinta com hastes de suporte que se encaixam em torno do tronco e das pernas da criança. Por enquanto o protótipo tem uma bateria com autonomia de cinco horas e emprega cinco motores que imitam músculos, além de sensores e um controlador de motor que responde a movimentos sutis da criança.

Graças a este mecanismo, muitas crianças que jamais chegaram a andar poderão não só caminhar, mas também ter uma série de complicações evitadas. De acordo com os médicos, é extremamente comum que estes pequenos pacientes acabem sofrendo com escoliose, osteoporose e insuficiência respiratória, o que acaba resultando na perda da qualidade e expectativa de vida.

Como os sintomas da doença neuromuscular podem mudar ao longo do tempo, o exoesqueleto precisa de ser adaptável. É por isso que ele tem "articulações inteligentes", que podem se adaptar ao nível de rigidez do paciente, sendo capaz de "crescer" com a criança. Por enquanto o dispositivo está passando por testes em hospitais na Espanha com pacientes voluntários, mas a expectativa é de que, com a redução do preço de fabricação, o protótipo possa ser comercializado.

Fonte: Popular Science

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.