Novo Acer Predator 21X traz tela curva e duas placas de vídeo GTX 1080

Por Redação | 31.08.2016 às 10:06

O novo Acer Predator 21X é simplesmente monstruoso. Os designers não só colocaram uma tela curva pela primeira vez na história dos notebooks, como também conseguiram acoplar não uma, mas DUAS placas de vídeo GeForce GTX 1080 nele. Além disso, o notebook parrudão vem com processador Intel de 7ª Geração, espaço para até 4 terabytes de armazenamento SSD e nada menos do que cinco coolers para refrigeração.

Acer Predator 21X

(Créditos da foto: The Verge)

O equipamento foi revelado da vigésima primeira edição da IFA, maior feira de eletrônicos que acontece nesta semana em Berlim, e na verdade é mais uma prova do que a engenharia é capaz de fazer.

Cada Predator 21X será feito por encomenda, começando em janeiro do ano que vem. Por isso em suas configurações já aparece o processador da Intel que sequer foi lançado. Além daquelas configurações mais chamativas, o notebook conta com slots para 4 pentes de memória DD4, podendo chegar a 64 GB de RAM, Tobii eye-tracking (tecnologia de rastreamento dos movimentos dos olhos), teclado mecânico, sistema de som com 4.2 canais, um teclado numérico que vira um touchpad e um leitor de cartão de memória.

Acer Predator 21X

(Créditos da foto: The Verge)

Representantes da marca afirmaram que, apesar do modelo exibido ser apenas de demonstração, seu peso, design e dimensões serão exatamente iguais na versão à venda. Pesando absurdos 8kg, o modelo é mais pesado do que 7 ultrabooks da marca juntos. Claro, o design, apesar de ser algo abstrato e pessoal, não é lá essas coisas, mas sabendo tudo o que ele comporta, é completamente aceitável. Quanto ao desempenho de fato, não foi possível vê-lo em ação, já que o modelo exibido era apenas uma exibição do vem por aí. A máquina real deverá ter um display IPS de resolução 2560 X 1080 pixels, iluminação por LED e provavelmente a maior fonte já vista.

Acer Predator 21X

(Créditos da foto: The Verge)

Resumindo, o novo Acer Predator 21X é como aqueles protótipos de carro que adiantam o futuro, mostrando tecnologias que chegarão nos próximos lançamentos. Se tudo der certo e a empresa conseguir manter o cronograma, não irá demorar muito até que possamos testar essa monstruosidade em toda sua glória e performance.

Via: The Verge