Não é só com celulares: cigarro eletrônico explode e fere homem em NY

Por Redação | 25 de Novembro de 2016 às 21h24

Muitas coisas andam explodindo ultimamente no mundo dos eletrônicos, e pelo visto, esse algoz não ficou só por conta dos Galaxy Note 7 e iPhones. Nesta semana, um cigarro eletrônico explodiu no bolso da calça de um homem, enquanto ele trabalhava em uma loja de vinhos em Nova York.

Otis Gooding (31) preferia fumar cigarros eletrônicos por acreditar que os aparelhos fazem menos mal à saúde que os tradicionais cigarros de papel. Entre um trago e outro, a bateria do cigarro eletrônico de Gooding superaqueceu, e fez com que o aparelho explodisse e causasse queimaduras em sua perna, cintura e mão.

As câmeras de segurança da loja flagraram o incidente, e você poderá assistir ao vídeo logo abaixo. O homem conversava com dois colegas de trabalho, no caixa da loja, enquanto um cliente pagava suas compras próximo a eles. Sem qualquer aviso, fumaça ou barulho, o cigarro explodiu e as pessoas saíram todas correndo assustadas, procurando se proteger.

"Otis jogou água nele mesmo até que os paramédicos chegassem", contou um de seus colegas para a CNN. "Fiquei traumatizado ao ver que alguém poderia se machucar daquele jeito".

O mesmo colega de Otis revelou que seu cigarro eletrônico havia sido modificado, a fim de "modificar a voltagem para melhor desempenho". Parece que essa mexida que ele mandou fazer no aparelho resultou em um curto circuito.

Esta não é a primeira vez que um cigarro eletrônico explode. Já houve casos que viraram processos judiciais nos Estados Unidos.

Via CNN

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.