Mercado de PCs tem queda de 20% no primeiro trimestre de 2015

Por Redação | 14.05.2015 às 18:07

Há algum tempo o mercado de PCs enfrenta sérias dificuldades para se manter firme em um cenário dominado por dispositivos móveis, e novos números divulgados pela IDC Brasil apontaram que ele continua em queda no país.

Entre janeiro e março deste ano foram comercializados apenas 1,964 milhão de PCs — isso significa uma queda de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram vendidos 2,4 milhões de unidades. A Dell assumiu a liderança no mercado brasileiro de PCs, com 15,8% de todas as unidades vendidas no período.

Dentre os dispositivos vendidos no início deste ano, 804 mil foram desktops (queda de 21% frente ao mesmo período de 2014) e 1,160 foram notebooks (queda de 19% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado). Além disso, 32% representam vendas para o mercado corporativo e 68% para o consumidor final.

"Esse começo de ano foi muito turbulento e isso impactou diversos setores da economia. Os escândalos de corrupção, a diminuição do crédito e a alta do dólar esfriaram o mercado e foram determinantes para este resultado", afirma Pedro Hagge, analista de pesquisas da IDC Brasil.

O reajuste de cerca de 15% a 20% nos preços dos computadores no país impactou ainda mais nas vendas. De acordo com o estudo, o ticket médio dos aparelhos comercializados no primeiro trimestre de 2015 ficou em torno de R$ 2.320 para notebooks e R$ 1.701 para desktops.

"O mau desempenho do quarto trimestre do ano passado e a opção por outros dispositivos, como smartphones, também influenciaram para o resultado de vendas de PCs no primeiro trimestre desse ano", completou o analista da IDC.