Investigadores tentam descobrir se iPhone ou iPad causou acidente da EgyptAir

Por Redação | 26 de Maio de 2017 às 17h35

Em maio do ano passado, um avião da EgyptAir caiu durante um voo entre Paris e Cairo, matando 66 pessoas. Agora, investigadores franceses tentam descobrir se um iPhone ou um iPad teria tido participação na tragédia.

De acordo com uma reportagem do Le Parisien, oficiais franceses receberam a ordem de investigar se o Airbus teria sido derrubado como consequência de dispositivos móveis que teriam se superaquecido durante o voo, desestabilizando o avião. É possível que um iPhone 6s ou iPad Mini 4, que pertenceria ao oficial de voo, estivesse plugado em uma tomada imprópria na cabine do avião.

Quem está conduzindo a delicada investigação é um engenheiro do French National Center for Scientific Research, juntamente com um professor de física e um engenheiro especializado em baterias, ambos ligados ao ministério da defesa. Espera-se que os resultados dessa perícia sejam divulgados até o dia 30 de setembro.

Em entrevista para o Business Insider, a Apple se defende. “Nós não fomos contatados por nenhuma autoridade que esteja investigando esse evento trágico. Não vimos nenhum relatório, mas entendemos que não há evidência que relacione o acontecimento a produtos da Apple. Se os investigadores têm perguntas a fazer para nós, iremos, claro, ajudá-los de qualquer maneira possível. Testamos rigorosamente nossos produtos para garantir que eles estejam dentro dos padrões internacionais de segurança”, declarou um porta-voz da Maçã.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.