Impressora portátil OLO usa a luz da tela do smartphone para imprimir em 3D

Por Redação | 13.04.2016 às 19:29
photo_camera Divulgação/OLO 3D Inc.

As impressoras 3D são dispositivos revolucionários que ainda não se tornaram extremamente populares, especialmente pelo alto custo contrapondo a pouca utilização que um usuário comum teria deste tipo de dispositivo. Tentando resolver ao menos parte destes problemas, um grupo lançou um projeto de financiamento colaborativo para fabricar a OLO, uma impressora 3D portátil.

Primeira do gênero no mundo, ela tinha o objetivo de arrecadar US$ 80 mil para se tornar realidade, mas o sucesso foi tanto que a OLO 3D Inc., companhia responsável pelo projeto, já recebeu mais de US$ 2,1 milhões de seus quase 15 mil apoiadores — a meta foi superada em cerca de 270%. O dispositivo trabalha em conjunto com smartphones com tela de até 5,8 polegadas e usa a luz da tela do gadget para criar as peças tridimensionais.

OLO 3D

OLO 3D usa a luz da tela do smartphone para imprimir em 3D. (Foto: Divulgação/OLO 3D Inc.)

Ele é formado por três partes que se encaixam, que o tornam uma espécie de caixa. Para usá-lo, basta selecionar um modelo a ser impresso, encaixar o aparelho móvel dentro da impressora, despejar a resina e deixar que ele faça o restante. A OLO é capaz de construir um objeto de 1 cm em 46 minutos e um de 1 polegada em cerca de 2 horas.

A pequena impressora 3D mede 172 x 115 x 148 milímetros e pesa apenas 780 gramas e é compatível com diversos aplicativos 3D, além de ter um aplicativo que suporta os formatos STL, OBJ e PLY. Uma unidade deste dispositivo pode ser adquirida durante a fase de financiamento por US$ 99 (cerca de R$ 350 reais).

Fonte: Kickstarter