Golpe promete mostrar com quem seus contatos estão conversando no WhatsApp

Por Redação | 06.12.2016 às 13:33

Um novo golpe está circulando pelo WhatsApp e já atraiu mais de 1,2 milhão de cliques no Brasil. A campanha promete ativar um recurso do aplicativo que permite ao usuário ver com quem seus contatos estariam se comunicando. É claro que a funcionalidade é falsa e usada apenas como isca para atrair vítimas.

O falso visualizador de conversa para o WhatsApp começou a se propagar no dia 18 de novembro e tem como objetivo inscrever o número de celular do usuário em um serviço de SMS Premium, nas quais as mensagens de texto são pagas.

O golpe funciona da seguinte forma: o usuário recebe um link no qual promete ativar a nova funcionalidade de “Visualizador de Conversas para WhatsApp”. Ao clicar, ele é direcionado para uma página maliciosa, onde é induzido a compartilhar o falso link com seus contatos para ativar a funcionalidade. Em seguida, a vítima é redirecionada para uma plataforma de publicidade contratada pelo cibercriminoso, onde é levada a se inscrever no serviço de SMS Premium para liberar o acesso ao visualizador de conversas.

“Este é mais um caso de campanha fraudulenta que se propaga pelo WhatsApp e que tem como objetivo atingir o maior número possível de usuários. Essa ação segue o mesmo padrão utilizado em outros golpes aplicados pelo aplicativo de mensagens instantâneas que tem como objetivo o ganho financeiro, com a inscrição no serviço de SMS Premium”, afirma Camillo Di Jorge, presidente da ESET Brasil, empresa de segurança que revelou a campanha.

De acordo com um levantamento da ESET, o número de golpes aplicados pelo WhatsApp tem aumentado de forma significativa nos últimos meses. Somente em 2016, a empresa identificou nove tipos de golpes tendo o aplicativo como principal vetor de propagação. Entre os mais recentes golpes identificados está a ameaça que usa a nova funcionalidade de videochamadas do WhatsApp para enganar os usuários.

A boa e velha dica de não clicar em links suspeitos continua valendo como maior forma de prevenção contra casos deste tipo. Além disso, vale pesquisar sobre o lançamento de novos recursos que prometem fazer algumas "mágicas" – como mostrar as conversas de terceiros, por exemplo. Uma rápida busca no Google pode ajudar a evitar que seu dispositivo móvel seja infectado.