Gartner: consumidores estão trocando menos seus smartphones e tablets

Por Redação | 27.09.2015 às 13:00

Os usuários de smartphones, tablets e laptops estão trocando menos seus dispositivos, segundo informa um levantamento da consultoria Gartner. De acordo com a pesquisa, o mercado deverá sofrer o impacto da persistência dos consumidores com seus eletrônicos. É estimado que as remessas globais de todos os tipos de aparelhos em 2015 tenha queda de 1%.

A atual previsão da Gartner é bastante diferente em relação ao que foi anunciado pela própria companhia no trimestre passado, quando afirmou que a estimativa para o setor era de um crescimento global de 1,5% em 2015, em comparação com o ano passado. Segundo o analista da Gartner, Ranjit Atwal, "a atividade de substituição diminuiu em todas as categorias de gadgets. Os usuários estão ampliando o tempo de vida de seus aparelhos, ou decidindo por não substituí-los".

A estimativa é que, mesmo com os smartphones sendo utilizados por mais tempo pelos usuários, os celulares inteligentes terão um aumento de 14% nas remessas em 2015 em comparação a 2014. Já as remessas envolvendo os PCs devem apresentar uma queda significativa de 7,3% neste ano. O fraco desempenho dos desktops e notebooks deverá ser mantido em 2016. De acordo com a Gartner, somente em 2017 é que o Windows 10 e os novos chips Skylake da Intel começarão a impulsionar as vendas. Sendo assim, é esperado que o mercado de PCs volte a crescer 4% daqui dois anos.

Em relação aos tablets, esta categoria de eletrônicos deve sofrer uma queda de 13% em 2015. Segundo o levantamento, os usuários de tablets entre 7 e 8 polegadas estão cada vez mais deixando de substituir seus aparelhos.

Os celulares, incluindo os smartphones, representam a maior parcela nas vendas em relação a todos os outros dispositivos. Do total de telefones que devem ser vendidos neste ano, os celulares responderão a 1,9 bilhão de unidades. Já para o ano de 2017, a Gartner prevê que os aparelhos celulares alcancem cerca de 2 bilhões de remessas em todo mundo.

Para 2017, a previsão é que os smartphones correspondam por até 89% de todo mercado global de celulares. Isso deve manter a tendência de que esses produtos apresentam um crescimento significativo nos últimos anos em comparação a todos os celulares, passando de 54% no ano de 2013 para 75% em 2015.

Fonte: http://idgnow.com.br/mobilidade/2015/09/25/usuarios-estao-trocando-menos-de-smartphones-e-tablets-diz-gartner/