Epson cria máquina capaz de transformar lixo em papel para impressão

Por Redação | 04.12.2015 às 15:41

Todos estão cientes da importância da reciclagem, mas para muita gente esse ainda se parece um mundo distante. Foi justamente pensando em aproximar as pessoas desse mundo e tornar os escritórios mais sustentáveis que a Epson está desenvolvendo o que afirma ser a primeira máquina de reaproveitamento de papel para escritórios, capaz de transformar lixo em novas folhas para serem usadas.

O dispositivo, chamado de PaperLab, utiliza papel velho para produzir 14 folhas A4 por minuto, o que, em um expediente de oito horas, resulta em mais de 6,7 mil unidades, mais do que o suficiente para suprir a necessidade até mesmo dos maiores escritórios. Além disso, a máquina é capaz de trabalhar com gramaturas e tamanhos diferentes e pode ser adaptada para criar papel colorido ou perfumado.

Todo o processo é seco, com apenas uma pequena quantidade de água sendo necessária para manter um nível mínimo de umidade dentro do equipamento, que não utiliza o tradicional processo de transformação em polpa, e sim um sistema que faz com que o lixo vire fibra com a adição de substâncias químicas para reunir e prensar tudo novamente em papel.

A ideia pode estar mais próxima do que imaginamos. Segundo a empresa, a PaperLab pode entrar em processo de fabricação comercial já no ano que vem, com a provável chegada ao mercado já no final de 2016. O preço, porém, ainda não foi revelado e não dá para esperar que ela seja exatamente barata.

Fonte: Epson