App brasileiro de caronas disputa final de concurso mundial de inovação

Por Redação | 23 de Setembro de 2016 às 13h47
photo_camera Divulgação

Um aplicativo brasileiro - o Zumpy, caronas de verdade - está entre os sete finalistas da edição 2016 do concurso WITSA Emerging Digital Solutions (WEDS), que premia as soluções mais inovadoras e que obtiveram desempenho elevado e potencial para serem replicadas em outras regiões. Os selecionados irão expor suas criações durante o WCIT Brasil (Congresso Mundial de Tecnologia da Informação), que acontece de 3 a 5 de outubro, em Brasília, numa edição inédita na América do Sul.

O aplicativo brasileiro de caronas Zumpy funciona como uma rede social que cria rotas entre motoristas e quem precisa de locomoção, com o objetivo de diminuir a quantidade de carros nas ruas, melhorando a qualidade do ar nas grandes cidades. Integrado às redes sociais, os assinantes ganham pontos que podem ser trocados por milhas.

App Zumpy

“No prêmio, identificamos talentos e soluções que têm potencial para ser o próximo grande sucesso da TI global. É nosso intuito colocar esses empreendedores em contato direto com interessados em utilizar ou investir em novas ideias, de forma a ampliar o impacto positivo das tecnologias para a sociedade global”, explica Humberto Ribeiro, conselheiro da Memora e idealizador da proposta.

Os demais finalistas do concurso este ano são: Eyeware Assist (Suíça), software que possibilita o uso do computador por pessoas com mobilidade limitada; CommandWear (Canadá), tecnologia que utiliza dispositivos móveis para melhoria dos serviços de socorro e segurança pública; Synergy Social Protection Information System (EUA), plataforma para administração e implementação de programas de distribuição de renda; RaceIQ Dual Crypto Module Automotive C-Sec Platform (EUA), plataforma digital de segurança para o mercado automotivo; Uru (EUA), solução para publicidade não-intrusiva em vídeos online e Localz (Armenia), rede social que une turistas e nativos, transformando-os em guias de turismo local.

Fonte: Convergência Digital