Serviço de pagamento móvel Zuum chega em São Paulo e Rio ainda neste ano

Por Rafael Romer | 14 de Abril de 2014 às 11h40

A plataforma de pagamentos Zuum, resultado de uma parceria entre a operadora de telefonia Vivo e a bandeira de cartões de crédito MasterCard, deve chegar ainda neste ano às capitais São Paulo e Rio de Janeiro, confirmou o diretor de marketing da empresa Eduardo Abreu. “No segundo semestre nós vamos expandir para outras capitais, ainda estamos estudando quais serão, mas queremos estar nas grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro até o final do ano”, disse.

Em entrevista ao Canaltech durante o congresso de cartões e meios de pagamento Cards & Payment, realizado na semana passada em São Paulo, Abreu afirmou que o plano da empresa é expandir para capitais específicas e não deve entrar em um plano de expansão em escala nacional no primeiro momento.

Lançado oficialmente no final do ano passado, o Zuum possui atualmente 250 mil usuários cadastrados. O serviço permite que clientes da Vivo criem uma conta virtual e tenham acesso a um cartão de débido MasterCard, que podem ser utilizados normalmente para pagamentos, transferências e saques.

Apesar de ser uma empresa independente da Vivo, o serviço faz parte da iniciativa da operadora para criar mais soluções apelidadas de "over-the-top" para seus clientes, como forma de expandir receitas extras através de produtos diferentes de pacotes de voz e dados que agreguem valor para o usuário final. Só neste ano a empresa já apresentou o Nuvem do Jornaleiro, que oferece assinatura de edições virtuais de diversas revistas e jornais em smartphones e tablets, e o Vivo Música, serviço de streaming em parceria com o Napster.

A conta do Zuum funciona de maneira pré-paga, através do “carregamento” de dinheiro realizado pelo usuário, e rende minutos em seu plano de telefonia sempre que um novo valor for depositado na conta.

Atualmente, o serviço está disponível apenas nas cidades de Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre, além de algumas cidades do interior de São Paulo - onde o serviço ainda funciona em projeto piloto. Nessas regiões, a Vivo conta atualmente com uma base de usuários de cerca de 4 milhões de pessoas.

Em janeiro deste ano, a Zuum testou a plataforma entre usuários da Campus Party em São Paulo, um público familiarizado com tecnologia e capaz de fornecer feedbacks sobre o serviço.

De acordo com o executivo, a expectativa da empresa é ampliar a disponibilidade de seus serviços para outras capitais brasileiras antes do final de 2014. Entre elas, estão Rio de Janeiro e São Paulo, apesar de datas específicas ainda não serem divulgadas.

Segundo dados de uma pesquisa interna ainda não divulgada pela Zuum, mas adiantados ao Canaltech por Abreu, o principal uso da plataforma é por clientes entre 25 e 35 anos e através do cartão de plástico, que supera o uso através de dispositivos móveis. A maioria das transações no Zuum são feitas para compras de produtos, seguido pelo carregamento de crédito no celular.

De acordo com o executivo, diferente do imaginado como público-alvo foco da solução, que seriam clientes Vivo sem conta em banco, a empresa nota que há uma divisão equilibrada entre clientes não-bancarizados e bancarizados dentro do Zuum – ainda que muitos dos últimos tenham apenas contas salário ou contas poupança. Abreu ainda que a plataforma tem uso mais intensivo próximo aos finais de semana, o que mostra o padrão de consumo dos clientes. “Provavelmente é o momento no qual o cliente recebe seus pagamentos e coloca na conta Zuum para usar no fim de semana”.

Aplicativo para iOS

O Zuum também lançou oficialmente nesta sexta-feira (11) o seu aplicativo para smartphones do sistema iOS. Até agora, o acesso à plataforma utilizada por clientes Vivo para pagamentos e transferências só podia ser feito através de SSD ou por um aplicativo disponível para smartphones Android.

A expectativa é que o suporte de um app otimizado para iPhone faça o uso do Zuum crescer entre usuários bancarizados e de poder aquisitivo mais alto. Com o app, agora esses usuários poderão fazer transferências direto de suas contas bancárias para a conta Zuum de prestadores de serviços ou vendedores. “Nosso objetivo é dar um instrumento para a população que não tem conta em banco, que anda com o dinheiro na mão e trazê-lo para uma plataforma mais segura”, explica Abreu.

O novo aplicativo também traz algumas facilidades extras durante transações. É possível, por exemplo, realizar um pagamento de contas pelo escaneamento do código de barras através da câmera do smartphone. Através do app, também é possível acessar contatos de sua agenda e adicionar suas contas Zuum para transferências mais rápidas.

Assim como o acesso via SSD, realizar operações financeiras dentro do app Zuum também não consumirá o pacote de dados do cliente.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!