Receitas da App Store e Google Play devem dobrar até 2018, aponta estudo

Por Redação | 31.03.2015 às 14:29

Uma previsão feita pelas empresas de análise App Anie e IDC indica que a receita proveniente de aplicativos da Google Play e da App Store deve dobrar em 2018. O aumento está relacionado à publicidade in-app, que deve triplicar dentro de dois anos. Os anúncios in-app mais comuns são banners apresentados na parte inferior ou superior da tela do usuário enquanto ele utiliza um aplicativo.

O estudo intitulado "Mobile App Advertising and Monetization Trends 2013-2018" mostrou ainda que tanto a Apple quanto o Google apresentaram uma taxa de expansão semelhante em suas receitas provenientes das respectivas lojas de aplicativos entre 2013 e 2014.

"Eu consideraria essa projeção conservadora", disse o CEO da App Annie, Bertrand Schmitt. O comentário do executivo se refere aos resultados das previsões dos anos anteriores realizadas pela empresa, em que as receitas reais superaram as expectativas.

Embora o estudo não tenha apresentado valores absolutos para o crescimento esperado, a Apple disse recentemente que a App Store gerou US$ 10 bilhões em receita para os desenvolvedores em 2014, enquanto o Google disse que seus desenvolvedores Android receberam US$ 7 bilhões durante o período.

No caso dos aplicativos pagos, o problema é que o usuário paga apenas uma vez por ele. A mistura entre o pagamento por aplicativos e a publicidade in-app ainda varia muito de país para país. Na Índia e no Reino Unido, por exemplo, os anúncios in-app são responsáveis por mais de dois terços da receita gerada pelo mercado de aplicativos móveis, enquanto na Rússia e no Japão esse número cai para menos de um quarto. No Brasil, esse tipo de anúncio representa cerca de 50% da receita do mercado.

Receita apps movéis

Fonte: Re/code