Philips SHO3300BZ: um fone de ouvido para entrar no espírito da Copa do Mundo

Por Pedro Cipoli
photo_camera Pedro Cipoli/Canaltech

Hora da maldade na forma de livro de suspense: "Quartel general da Philips. Época de Copa. Reunião de lançamento de um novo produto". Resultado? "Vamos lançar um fone de ouvido comum explorando a Copa do Mundo de 2014!" e eis que temos o SHO3300BZ, um modelo de que não faz menção nenhuma à querida "Copa das Copas". Apesar disso, as cores vibrantes e categóricas, além da época de anúncio, são indicadores e denunciam o propósito do produto.

Fone Philips

A Philips tem boa fama quando se fala em fones de ouvido, possuindo desde modelos bastante simples até intermediários, aliando bom preço ao produto oferecido. Mas Copa é Copa e o SHO3300BZ é o resultado da expectativa em 2014, onde até papelão com tema da Copa é vendido por mais de 10 vezes o seu preço comum. Basta dar uma olhada para a construção em plástico de baixa qualidade, onde o ajuste de tamanho gera estalos bastante assustadores que denunciam que estamos diante de um modelo básico. Caro, mas básico.

Fone Philips

Ele não chega a ser desconfortável, mas depois de uma série de testes com diferentes pessoas, ele aperta bastante a cabeça depois de cerca de 30 minutos − e não há nada que o ajuste de altura possa fazer para melhorar a situação. A variação angular das almofadas é apenas vertical, principal motivo do desconforto, já que seria mais negócio fazer essa angulação ser horizontal, para encaixar melhor, do que vertical. Os cabos, que saem dos drivers, não apresentam conexão entre eles pelo arco e são do tipo flat. Apesar disso, eles possuem dois problemas.

Fone Philips

Em primeiro lugar o conector P2 (não há microfone) é desnecessariamente grande a ponto de não conseguirmos conectá-lo em um iPod Nano com capa de proteção. Em segundo, o amarelo utilizado pega até bem no fone, mas faz o cabo parecer um enrome fio de macarrão. Talharim, para ser mais preciso, já que é um amarelo bem forte. Sabe quando você vai falar com uma pessoa e percebe que ela não escutou nada pois estava de fone? É impossível de acontecer aqui, já você claramente está de fone.

Fone Philips

Ok, mas e a qualidade? Muito boa, mas para um modelo que custa a metade dos R$ 100 cobrados por ele. Nessa faixa de preço é possível encontrar muito mais qualidade sonora e conforto mesmo em fones vendidos no Brasil. Ele não chega a ser ruim, pois os drivers de 32 mm não distorcem o áudio na maioria das músicas que utilizamos para testes, mas, apesar de reproduzir corretamente o som, é um "som sem graça". A exceção fica por conta dos graves, que ficam um pouco, apenas um pouco, destacados. Nada que surpreenda, principalmente se levarmos em consideração a utilização da marca O'Neill ao lado do nome da Philips.

Fone Philips

Um ponto que não podemos negar é que ele é bastante resistente, então, esse é um modelo que certamente levaríamos em algum lugar mais agitado, já que ele se mostrou capaz de aguentar algumas maldades e sair intacto.

Para concluir, reforçamos que o SHO3300BZ é um modelo que nada tem a ver com o seu custo de fabricação, mas sim ser um produto voltado para quem quer gastar um pouco mais para entrar no espírito da Copa. Agora, considerando somente o áudio e o headphone em geral, ele tem uma péssima relação custo-benefício.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!