Pesquisadores planejam tranformar uma folha de papel em tela touchscreen

Por Redação | 23 de Abril de 2013 às 13h35
photo_camera Canaltech

Uma simples folha de papel pode se tornar a próxima geração de superfícies sensíveis ao toque, segundo o novo projeto de pesquisa do Fujitsu Laboratories, no Japão. O objetivo do projeto é agregar a uma folha de papel a mesma sensibilidade presente nas telas de tablets e garantir ao usuário interação com as imagens e informações que estiverem impressas na página. As informações são do Diginfo.

"Nós acreditamos que o papel e muitos outros objetos podem ser manipulados ao tocá-lo, como acontece com um display touchscreen. Este sistema não utiliza qualquer hardware especial, ele consiste apenas em um dispositivo parecido com uma webcam tradicional, além de um projetor comercial. Seus recursos são alcançados pela tecnologia de processamento de imagem", afirmou o pesquisador da Fujitsu Taichi Murase.

Com a tecnologia, as informações presentes no papel ou superfície podem ser facilmente transformadas em dados digitais apenas com o toque e seleção de um trecho pelo usuário. Além disso, o sistema é capaz de medir o objeto selecionado no mundo real e ajustá-lo automaticamente para a câmera e o projetor de imagens, permitindo que o aparelho siga as coordenadas dos usuários estabelecidas por seus toques. O recurso pode ser usado também em superfícies curvas como, por exemplo, livros.

"O sistema foi desenvolvido para não reagir quando você faz movimentos comuns sobre uma mesa. Ele só pode ser operado quando você aponta apenas um dedo sobre o ponto selecionado. Isto significa que o sistema funciona como uma interface que combina operações analógicas e aparelhos digitais", explicou Murase.

Para detectar o toque do usuário, o sistema precisa identificar com precisão a distância entre o dedo do usuário e a superfície que será tocada, algo que os pesquisadores ainda precisam estudar e desenvolver recursos melhores. O sistema ainda é equipado com tecnologia de controle de cor e brilho, com base na luz ambiente e corrigindo as diferenças de cores apresentadas pelas mãos de cada pessoa, e o usuário também poderá controlar o equipamento com gestos e não apenas toques.

O Fujitsu Laboratories tem planos para lançar o sistema comercialmente em 2014. Confira abaixo um vídeo demonstrativo, em inglês, da nova tecnologia:

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.