Nova Barbie vem causando polêmica por espionar gosto e preferências das crianças

Por Redação | 27 de Fevereiro de 2015 às 10h35

Uma nova versão da famosa boneca Barbie, que deve ser lançada até o final deste ano, está causando polêmica. A imprensa alemã já apelidou o brinquedo de "Barbie Stasi", em referência à polícia secreta da Alemanha Oriental que espionava a população durante a Guerra Fria.

Tanta polêmica e o apelido se devem ao fato da "Hello Barbie", nome dado pela Mattel, fabricante das bonecas, levar ao extremo o conceito de bonecas falantes que são capazes de gravar as falas das crianças, processar a informação recolhida e emitir uma resposta lógica. Tudo isso a deixa mais perto do real e, certamente, é um passo avançado da tecnologia em brinquedos infantis.

A loira esbelta é capaz de se comunicar devido a um sistema de reconhecimento de voz, bastante similar ao utilizado pelo iPhone e pela Siri. Com isso, a boneca é capaz de gravar as falas do interlocutor, armazenando seus gostos e preferências, além dos nomes dos membros da família e até mesmo do cachorro. Uma conexão Wi-Fi então é utilizada para enviar por e-mail os melhores momentos da conversa entre a criança e a boneca para os pais. Dessa forma, eles conseguem manter um determinado controle sobre o brinquedo através de um controle parental, que também está embutido na boneca e que limita os tipos de conversa que ela pode ter com os pequeninos.

Hello Barbie

A polêmica da "Hello Barbie" gira em torno da gravação permanente das conversas. A Barbie é capaz de reconhecer as vozes e transmiti-las diretamente a um servidor da Mattel, que analisa o idioma e envia uma resposta adequada. Mas, segundo a revista alemã Stern, o que é mais perigoso é o fato da nova Barbie conectada armazenar os interesses do seu interlocutor para utilizá-los em uma conversa futura.

A fabricante insiste que o objetivo é apenas dar respostas adequadas. No entanto, as informações poderiam formar um banco de dados com os gostos e certos hábitos das crianças - algo de extremo valor para que alguma empresa possa antecipar os desejos dos jovens consumidores.

"Como se a ideia de uma Barbie high-tech não fosse alarmante o suficiente, a Mattel também quer salvar gostos pessoais das crianças. Supostamente é desta forma que a 'Hello Barbie' pode fornecer respostas adequadas quando solicitada. Mas podemos facilmente imaginar o valor que um banco de dados que coleta os gostos das crianças tem em uma empresa de fabricação de brinquedos", escreveu a revista Stern em um artigo publicado recentemente.

A Hello Barbie deve chegar ao mercado até o Natal deste ano com um preço sugerido de US$ 75.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/2015/02/1595558-barbie-grava-conversa-e-vira-espia-da-alemanha-oriental.shtmlhttp://www.portugues.rfi.fr/europa/20150225-nova-barbie-espia-recebe-apelido-de-stasi-na-alemanhahttp://www.france24.com/en/20150224-hello-bar

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.