NVIDIA anuncia sua nova geração de chips Tegra

Por Redação | 20.03.2013 às 06:07
photo_camera Blog 3division

O CEO da NVIDIA, Jen-Hsun Huang, anunciou hoje detalhes das próximas gerações de SoCs Tegra. A primeira delas é a Logan, quarta geração que chegará ao mercado ainda este ano e que utilizará a arquitetura Kepler nos cores de processamento de vídeo. Essa arquitetura já está presente na atual geração de placas de vídeo GeForce série 600 e terá suporte ao CUDA, modelo de programação pararela da empresa.

Em 2014 a NVIDIA lancará sua quinta geração, conhecida como Parker, que além de utilizar a arquitetura Maxwell nos cores de processamento de vídeo (mesma que equipará a próxima geração de placas de vídeo para computadores de mesa), será o primeiro chip que suportará uma arquitetura de 64 bits, acabando com o limite de 4 GB de memória RAM também para os chips móveis.

A exemplo do que acontece com os processadores, as fabricantes de placas de vídeo lançam novas gerações de tempos em tempo. No caso da Intel, por exemplo, a geração Ivy Bridge de 22 nanômetros é uma evolução da Sandy Bridge de 32 nm, trazendo mais performance por clock e um consumo de energia menor.

O mesmo acontece com o Tegra, Logan e Parker, sendo evoluções dos chips da empresa. A arquitetura Maxwell ainda não possui modelos no mercado, sendo uma evolução da geração Kepler que é utilizada nas placas de vídeo que analisamos aqui no Canaltech. Nos reviews abaixo, damos mais detalhes sobre a arquitetura Kepler NVIDIA:

Tegra Roadmap

Essa nova arquitetura faz parte do projeto Denver anunciado na CES 2011, onde não só os smartphones e tablets poderão ser equipados com mais memória RAM, mas também adequa os chips para uso em servidores e supercomputadores, oferencendo um bom nível de desempenho com um consumo baixíssimo de energia.

A NVIDIA mede o desempenho de seus chips comparando a performance de cada geração com o primeiro produto lançado, o Tegra 2, que equipa o Motorola Atrix original e o LG Optimus 2X. Nessa escala, a empresa afirma que o Kepler será 50 vezes mais potente que o Tegra 2 e o Logan aproximadamente 100 vezes, segundo reportagem do CNET.

Com o declínio das vendas de PCs, a empresa, que é famosa por fabricar placas de vídeo de alto desempenho, começou a investir em SoCs para acompanhar o crescimento exponencial de vendas nesse setor. No entanto, até agora a empresa não tem conseguido muitos resultados, e as vendas ficaram restritas a alguns modelos de smartphones e tablets como Nexus 7 e Microsoft Surface. Com os novos lançamentos, a empresa pretende aumentar a sua participação no mercado.

GPU Roadmap

Acompanhando o rápido lançamento de SoCs, a NVIDIA anunciou seu chip Tegra 4 na CES em janeiro deste ano e a versão Tegra 4i em fevereiro. Essa última versão inclui um modem 4G LTE dentro do chip e oferece uma performance gráfica ligeiramente inferior desenvolvida para chamar a atenção dos fabricantes de smartphones, mas até o fechamento desta nota não foi anunciado nenhum produto equipado com ele.

Jen-Hsun Huang também comentou sobre a sexta geração, que será lançada já em 2014, mas não deu muitos detalhes. Conhecida como Volta, a geração focará em aumentar a largura de banda entre CPU e memória (um dos grandes gargalos atuais) com um recurso conhecido como "stacked memory" e melhorar a eficiência energética de seus chips.