Mensagens instantâneas superam SMS pela primeira vez, afirma estudo

Por Redação | 29 de Abril de 2013 às 12h06

Segundo uma nova pesquisa da Informa Research Services, as mensagens instantâneas trocadas através de aplicativos de chat como, por exemplo, o WhatsApp, superaram pela primeira vez o fluxo de SMS entre os usuários de celulares.

O levantamento constatou que aproximadamente 19 bilhões de mensagens instantâneas foram enviadas por dia através de aplicações em 2012, enquanto a média diária de SMS ficou em 17,6 bilhões. Pamela Clark-Dickson, analista da Informa, afirmou à BBC que a mudança de comportamento dos usuários tem impactado diretamente as operadoras de telefonia móvel, que têm grande parte de sua receita proveniente de mensagens de texto.

Uma outra pesquisa feita pela Ovum afirma que cerca de US$ 23 bilhões (R$ 45,9 bilhões) da receita com mensagens de texto foram perdidos ao longo do último ano devido à popularidade dos serviços de chat gratuitos disponíveis para smartphones e tablets.

Os pesquisadores acreditam que o fenômeno das mensagens instantâneas deverá continuar a crescer ao longo dos próximos anos e a Informa prevê que até 2014 serão enviadas diariamente 50 bilhões de mensagens, enquanto serão enviados apenas 21 bilhões de SMS por dia. No entanto, acredita-se que o SMS ainda está muito longe de ser extinto, já que ele continuará sendo muito usado pelas pessoas que possuem celulares convencionais e não smartphones, onde não existe a opção de usar serviços de mensagens instantâneas.

A receita estimada com SMS até 2016 é de US$ 127 bilhões (R$ 253 bilhões), aumento considerável em comparação aos US$ 115 bilhões (R$ 229) computados em 2012.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.