Mais de 70% dos brasileiros querem ganhar um aparelho eletrônico neste Natal

Por Redação | 12 de Dezembro de 2013 às 10h45
photo_camera Divulgação

Ganhar roupas ou dinheiro nas festas de final de ano já é coisa do passado. De acordo com uma pesquisa realizada pelo MercadoLivre, em parceria com a Intel, os produtos eletrônicos, entre eles tablets, smartphones, notebooks, Ultrabooks e computadores, são os presentes mais desejados pelos brasileiros neste Natal.

O estudo constatou que mais de 70% da população gostaria de ganhar algum dispositivo eletrônico neste final de ano, e cerca de 63% dos entrevistados da pesquisa consideram dar algum tipo de produto eletrônico como presente. Dessa porcentagem, 48% consideram presentear alguém no próximo dia 25 com um smartphone, 37,5% com um tablet e 26,5% com algum tipo de computador pessoal - sejam eles desktops, notebooks, Ultrabooks ou dispositivos 2 em 1.

“O brasileiro é apaixonado por tecnologia, e uma boa parcela aproveita o final de ano para presentear a si mesmo ou a algum ente querido com um produto tecnológico”, diz Carlos Augusto Buarque, gerente de marketing da Intel Brasil. "Mas o ideal é que o consumidor tenha em mente qual será o uso do dispositivo computacional e pesquise antes de comprar, para não investir em um produto que no dia a dia não irá atendê-lo. Se ele quer um tablet, precisa tirar as dúvidas com o vendedor sobre processador, velocidade, tipos de conexão com a internet, entre outros requisitos".

O relatório tambem destaca que a maioria dos consumidores avalia fatores como marca (60,5%) e qualidade (60%) na hora de comprar um dispositivo eletrônico, além do preço (52,5%) e os recursos oferecidos pelo aparelho (41%). O item considerado mais importante pelos usuários que pretendem comprar um notebook ou computador é o processor (40%), seguido pela garantia oferecida (28,5%), hardware (26%) e duração de bateria (23,5%).

Além disso, 29% daqueles que pretendem comprar um tablet, smartphone ou PC planejam gastar, em média, entre R$ 501 e R$ 1.000. Apenas 9,2% acreditam que vão gastar mais de R$ 2.000 em presentes e 25,5% dizem que poderão comprar algo entre R$ 201 e R$ 500. Segundo a pesquisa, o cartão de crédito e o boleto bancário são as formas de pagamento mais usadas (57% e 26,5%, respectivamente), e cerca de 50% dos clientes vão realizar compras à vista.

Os presentes mais caros serão oferecidos para o cônjuge (31,5%), seguido pelos filhos (23%) e mães (22%). Já os mais baratos serão destinados ao próprio comprador (24%), colegas de trabalho ou da escola (20%), amigos (17,5%) e para os sogros (10,5%).

“O Natal é a nossa data mais importante e, certamente, assim como identificamos nas últimas pesquisas, os produtos tecnológicos devem se destacar mais uma vez”, aponta Leandro Soares, diretor do Marketplace do MercadoLivre no Brasil. As três semanas antes do Natal vão concentrar 73% das compras de todo o dia 25 de dezembro.

O estudo da Intel e do MercadoLivre consultou 2.000 consumidores brasileiros pela plataforma online Oh!Panel.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.