Kingston lança acessório que compartilha conteúdo entre Androids e iOS

Por André Fogaça | 11 de Abril de 2012 às 18h30

A Kingston resolveu lançar no mercado brasileiro o pequenino acessório chamado Wi-Drive. Assim como o nome sugere, com ele você pode acessar seus arquivos que estão dentro de um iPhone, iPad, iPod Touch ou mesmo um aparelho com Android. Basta acessar a rede criada pelo gadget e baixar o que está lá.

O produto não chama muita atenção pela aparência, principalmente quando lembramos que ele é basicamente um pendrive de grandes proporções. Mas a coisa muda quando você repara que há um pequeno LED de conexão na lateral do produto, isso significa que ele tem uma antena Wi-Fi e que todos os arquivos armazenados lá dentro estão disponíveis para acesso via rede sem fio em aparelhos com iOS e Android.

A ideia do aparelho é muito boa, principalmente para gadgets da Apple que não tem qualquer possibilidade nativa para expandir a memória interna. Porém, um dos principais problemas ocorre quando o acessório chegou em terras tupiniquins e ganhou o preço sugerido pela Kingston.Lá fora ele custa mais ou menos US$ 40 para a versão de 16 GB, sendo que aqui vamos pagar R$ 220 pelo mesmo aparelho. Em moeda nacional, se importarmos o Wi-Drive, seja por uma loja física que envie para o Brasil ou mesmo por alguém que more no exterior e envie para cá, nem imposto será cobrado, pois só se aplica o imposto de importação quando o valor declarado do pacote passa dos US$ 50.

Wi-Drive

Em outras palavras, se você pedir para alguém trazer do exterior, vai pagar o equivalente a R$ 73 no produto (fora o frete), sem qualquer centavo indo para o governo e sem nenhuma gambiarra para isso. Pagar quase três vezes o valor do produto, sendo que ele nem é fabricado no Brasil (o que poderia incidir o custo-Brasil da mão de obra e logística), não me parece bom negócio. Principalmente quando a diferença de preço cobrado entre a versão de 16 GB e 32 GB do iPad equivale os mesmos R$ 220 do gadget.

Mas, há um ponto positivo que deve ser levado em conta. O Wi-drive permite que até três pessoas compartilhem um vídeo ao mesmo tempo, por stream, e outras seis podem abrir a mesma apresentação de slides a partr de um só ponto de acesso. Isso tudo é bom, muito bom, mas como já dissemos, o preço deixou o produto muito salgado.

Hoje, estão disponíveis versões com 16 GB e 32 GB de armazenamento interno que custam R$ 220 e R$ 450 respectivamente. A Kingston aguarda a homologação da versão de 64 GB, que também não teve seu valor confirmado.

Em conversas com representantes da marca, descobrimos que há um Wi-Drive que virá com slot para cartões microSD, o que poderia deixá-lo mais competitivo. Mas isto ainda fica no mundo dos planos, então vamos aguardar.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.