Juiz do Piauí exige que WhatsApp seja retirado do ar em todo o país, diz revista

Por Redação | 25.02.2015 às 16:50

Mais uma vez a justiça brasileira decide tentar acabar com um aplicativo em todo o território nacional com algum motivo estapafúrdio. Dessa vez, o alvo é o WhatsApp.

O juíz Luis Moura Correira de Teresina, no Piauí, determinou que uma empresa de telefonia deve suspender o acesso ao aplicativo em todo o Brasil. A revista Época obteve uma cópia da decisão, que exige que a empresa "suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial (...) em todo o território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento da decisão".

Ainda, o juíz exige que a empresa suspenda todo o "tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores". Com isso, o objetivo é eliminar por completo o acesso de todos os usuários da empresa em questão ao WhatsApp.

Contudo, o documento obtido não mostra nenhum motivo pelo qual o juíz tenha tomado a decisão.

Bloqueio do Facebook

Além do WhatsApp, em 2012 um juíz de Santa Catarina pediu que o Facebook fosse bloqueado em todo o país por 24 horas. O motivo para isso foi a existência de uma página na rede social chamada "Reage Praia Mole", em que usários anônimos publicavam informações difamatórias contra o vereador Dalmo Deusdedit Meneses, do PP. No fim, o Facebook não ficou fora do ar por 24 horas no Brasil, o mesmo que deve acontecer com o WhatsApp após a nova decisão.

Fonte: http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2015/02/juiz-do-piaui-manda-btirar-whatsapp-do-arb-no-pais-inteiro.html