HP diz ter resolvido 'grande problema' das impressoras 3D

Por Redação | 21.03.2014 às 17:25

Para a HP, o mundo das impressoras 3D tem dois grandes problemas: os equipamentos são extremamente lentos e a qualidade do produto final não é adequada. Esses são aspectos que receberam total atenção da empresa e, agora, estão prestes a ser solucionados com o anúncio de um novo produto, que será apresentado ao mercado em junho.

As palavras vieram da própria CEO da empresa, Meg Whitman, durante uma reunião com acionistas da companhia reportada pela Reuters. Segundo ela, não se trata somente de mais um produto que levará a indústria para frente, mas sim uma nova tecnologia de impressão tridimensional e uma maneira diferente de trabalhar com esse mercado.

Como normalmente acontece com as fabricantes de impressoras 3D, o primeiro foco é o segmento empresarial. A ideia é facilitar a criação de protótipos e testes de design, com os produtos sendo criados em busca de falhas, que antes só poderiam ser descobertas após o fim da linha de produção.

Apesar disso, a empresa disse não ter se esquecido dos consumidores comuns. Para eles, porém, a primeira iniciativa não será nenhum tipo de equipamento, mas sim um serviço que fará a impressão. Assim será possível ter acesso à tecnologia e se acostumar com ela de maneira mais barata, já que equipamentos do tipo costumam custar, pelo menos, algumas centenas de dólares.

Na conferência, Whitman também fez questão de tranquilizar os investidores, que pareceram receosos sobre a perda de mercado, já que a HP não havia feito nenhum movimento no mundo das impressoras 3D. Segundo ela, isso demorou mais que o esperado para acontecer pois a companhia estava aguardando o momento e a tecnologia corretos para isso, em vez de liberar produtos apenas para criar competição e arriscar perder de dinheiro.