Google e LG estão trabalhando para Projeto Tango chegar ao mercado em 2015

Por Redação | 29.06.2014 às 14:55

O Google e a LG estão trabalhando juntos para tornar o Projeto Tango uma realidade para o consumidor final. A intenção da parceria é criar um dispositivo que possa chegar às massas e ser aproveitado em sua plenitude. O Google já mostrou dois dos dispositivos que está trabalhando no projeto. Tanto o tablet quanto o smartphone possuem dupla câmera traseira com vários sensores que reconhecem a posição dos objetos e a relação de profundidade deles.

A LG foi parceira do Google também na criação dos últimos dois modelos de smartphones Nexus, o que sugere a boa relação das duas empresas que pesou para a gigante das buscas na internet escolher a coreana.

Segundo o site

Slash Gear

, a ideia de colocar os dispositivos nas mãos dos consumidores já no próximo ano é que quanto mais pessoas experimentarem a tecnologia, mais rapidamente o Google conseguirá fazer as adaptações e chegar ao real objetivo do projeto. Ainda que o Tango não seja um projeto simples, as principais novidades que ele trará são o mapeamento de edifícios, a criação de sistemas inteligentes de deslocamento e de realidade aumentada.

Através de um dispositivo Tango, o usuário poderá movimentar-se por um edifício sem que seja preciso a utilização do Wi-Fi ou GPS e também sem a necessidade do recurso da visão. Esses equipamentos portáteis poderão ainda ser capazes de construir jogos de realidade aumentada.

O Google está trabalhando também com o Unity, Unreal Engine 4 e a plataforma Vuforia da Qualcomm para tornar possível a realidade aumentada nesses dispositivos. Neles, é mais provável que a LG utilize um chip Tegra K1 da NVIDIA, que é um processador de alta performance. Os devices com o Tango terão uma série de sensores personalizados, incluindo sensores de profundidade, câmeras de alta resolução para a parte central da visão, bem como lentes mais amplas para dar ao Tango o equivalente à visão periférica.

A intenção é que o dispositivo Tango da LG, que pode ser tanto um smartphone como um tablet, chegue ao mercado em 2015 por um preço que seja possível a comercialização em grande quantidade.