Criminosos usam skimmers de cartão impressos em 3D para roubar US$ 100 mil

Por Redação | 20.08.2013 às 08:00

Em Sydney, na Austrália, criminosos utilizaram skimmers impressos em 3D em leitores de cartões de crédito para roubar uma grande quantia. Os skimmers, usados para roubar dados e números de cartões de crédito, afetaram dezenas de milhares de pessoas e ajudaram os criminosos a roubarem cerca de US$ 100 mil (R$ 239 mil). As informações são do VentureBeat.

O uso de skimmers para roubar dados não é nenhuma novidade, mas as autoridades australianas dizem que a variedade impressa em três dimensões é um novo desenvolvimento da técnica. Estes dispositivos, que são instalados em caixas eletrônicos específicos, eram em alguns casos totalmente auto-suficientes, tornando-se ainda mais difíceis de serem detectados do que os skimmers tradicionais. Os modelos impressos em 3D eram equipados até com pequenas câmeras para gravar os números do PIN dos cartões.

O grande problema é que, por causa da impressão 3D, os criminosos poderão desenvolver modelos específicos de skimmers para cada tipo de caixa eletrônico, o que tornará esses dispositivos ainda mais sofisticados e mais difíceis de serem reconhecidos.