Cresce interesse dos consumidores brasileiros pelos phablets

Por Redação | 06 de Agosto de 2014 às 16h05

No mundo dos smartphones, a corrida pelas maiores telas é um dos principais fatores de concorrência, o que acabou dando origem a uma nova categoria de produtos. Os phablets, como são chamados, trazem todas as funções de um celular tradicional, mas com displays enormes quase como o dos tablets. É um segmento que cada vez mais atrai a atenção dos usuários, principalmente nos mercados emergentes.

É isso que afirma uma pesquisa global realizada pela Accenture, que revelou não apenas uma forte tendência de crescimento nesse nicho específico, mas também uma preferência dos viciados em tecnologia pelos aparelhos com telas maiores. De acordo com os dados do estudo, 57% dos usuários pretendem comprar um novo smartphone até o final de 2014 e, apenas no Brasil, 48% deles mostram preferência pelos phablets.

Apesar de citar a China como o país com maiores possibilidades de negócio para os fabricantes desse tipo de aparelho, a pesquisa da Accenture aponta a Turquia como o país com maior interesse pelos celulares gigantes. Por lá, 64% dos entrevistados mostraram grande interesse pelas telas maiores. O país é seguido pela Indonésia, com 61% e a Coreia do Sul, com 51%. Os 48% registrados no Brasil colocam o país na sétima posição entre os amantes dos phablets.

O caminho inverso, porém, é seguido pelos países desenvolvidos. No Reino Unido, por exemplo, a preferência pelos displays com mais de cinco polegadas aparece entre 37% dos usuários, enquanto a Holanda tem números ainda menores, de 30%. É aqui, por outro lado, que estão os maiores gastadores do mercado de tecnologia, mas que, pelo que parece, ainda não entraram nessa onda.

O estudo também explorou a procura dos usuários por tablets e revelou que, entre os entrevistados, 44% estão pensando em comprar dispositivos do tipo. Entre eles, porém, há uma preferência clara, com 72% buscando as versões convencionais dos aparelhos, enquanto apenas 20% preferem as edições mini.

Foram considerados como phablets pela pesquisa todos aqueles aparelhos que possuem telas de cinco a sete polegadas, além de funções comuns em um smartphone. 23 mil pessoas a partir dos 14 anos de idade foram entrevistadas em 23 países, com amostras sendo obtidas de acordo com a população online de cada território.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.