Cinco produtos tecnológicos que desaparecerão em cinco anos

Por Cadu Silva | 20 de Janeiro de 2014 às 11h40

Alguns produtos tecnológicos que usamos hoje poderão não estar mais disponíveis daqui a cinco anos. Os smartphones tomarão o lugar das câmeras baratas e também poderão se tornar as chaves dos nossos carros. A Netflix será o responsável pela morte das mídias Blu ray e a última pá de terra nos DVDs.

01. Blu ray e DVD

A Netflix será a responsável pela morte destas mídias físicas. Graças a sua facilidade de uso, acessibilidade nos mais diversos dispositivos e também alta qualidade de imagem, o site de filmes e séries sob demanda será o substituto natural dos discos Blu ray e DVD.

Bluray

O serviço já trabalha numa maneira de transmitir vídeos UltraHD (também conhecidos como 4K) nos próximos anos. E os Blu rays, que já foram considerados o que havia de melhor quando o assunto era assistir filmes, logo não estarão mais entre nós.

De quebra, o Netflix quer disponibilizar filmes tão logo eles estejam disponíveis no cinema.

02. GPS veicular avulso

Já foram vendidos mais de 1 bilhão de smartphones com Android e iOS que vêm com aplicativos de mapas instalados nestes sistemas. Além disso, as fabricantes de carros passaram a incluir navegadores GPS nos painéis dos veículos.

GPS Veicular

Com isso, as fabricantes de GPS avulso já notam que eles estão se tornando cada vez mais inviáveis e logo devem desaparecer. O foco delas pode passar a ser, então, em GPS avulso para atividades ao ar livre e também barcos.

03. Internet discada

Acredita que ainda há pessoas que acessam a internet por conexão discada de 56Kbps? Pois é. Existem lugares onde as empresas provedoras de internet ainda não levam velocidades de banda larga. Nos Estados Unidos, 3% da população ainda usa essas conexões, muito lentas para os padrões de hoje.

Modem de internet discada

Isso equivale a nove milhões de pessoas, enquanto no Brasil esse número fica na casa dos 3 milhões de usuários que ainda sofrem para abrir um site. Porém, nos próximos cinco anos as empresas devem realizar novas expansões e ofertar velocidades mais altas onde até então só havia discada.

A internet pede por isso com conteúdos que dependem de cada vez mais velocidade e, mais cedo ou mais tarde, as conexões discadas deixarão de existir.

04. Câmeras digitais baratas

Com o lançamento do Apple iPhone 4, as demais fabricantes de smartphone tiveram que se mexer para melhorar a qualidade das câmeras dos seus dispositivos. Com isso, em breve as câmeras digitais baratas deverão ser substituídas pelos telefones inteligentes.

Câmera

Poucos irão querer somente uma câmera, seja devido ao zoom ótico ou por causa da duração da bateria. Desta forma, as fabricantes começarão a focar no mercado de equipamentos mais caros e de maior qualidade.

05. Chaves de carro

Em breve aqueles pedaços de metal que usamos para simplesmente abrir as portas e dar a partida em nossos carros serão substituídos por chaves inteligentes, capazes de nem precisar fazer contato para abrir a porta. O motor será ligado com um simples pressionar de um botão, como já acontece hoje com alguns modelos.

Chaves de carro

Dar partida remotamente para aquecer o motor enquanto não nos aproximamos do veículo é apenas outro dos diversos benefícios. E mesmo vindo para substituir as chaves convencionais, a versão inteligente já pode ter um substituto garantido: nossos smartphones. Eles podem desempenhar as mesmas funções e dispensam objetos adicionais em nossos bolsos.

Independente das chaves veiculares tradicionais serem substituídas por uma versão mais inteligente ou por smartphones, o que dá para prever é que elas não deverão mais estar entre nós dentro dos próximos cinco anos.

Graças a velocidade de inovação da indústria tecnológica, fica difícil dizer o que teremos daqui a cinco anos, mas mesmo assim pudemos montar esta lista com o que é mais provável de desaparecer dentro de meia década.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.